As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que é o "Evangelho do Reino"?

O evangelho do Reino não deve ser confundido com o evangelho da graça de Deus (Atos 20.24), que os cristãos estão pregando atualmente. O evangelho da graça de Deus promete justificação pela fé em Cristo e um lar com Ele no céu por toda a eternidade. O evangelho do Reino declara as boas novas da vinda do Rei que estabelecerá Seu Reino, em poder, sobre a terra. Aqueles que vierem a crer no evangelho do Reino quando for pregado, e forem preservados durante a tribulação, entrarão no Reino para usufruir de suas bênçãos sobre a terra.

Trata‑se do mesmo evangelho que era pregado antes do Pentecostes por João Batista (Mt 3.1,2), pelo Senhor Jesus Cristo, o Rei (Mt 4.17), e por Seus discípulos (Mt 10).Haverá duas classes de santos que crerão no evangelho do Reino durante os sete anos. Uma porção preservada (Ap 7.1‑17, 14.1‑5) irá sair da tribulação para desfrutar o Milênio sobre a terra. A outra classe será constituída pela porção martirizada que incluirá aqueles que morrerão nos primeiros três anos e meio sob o reinado da mulher ‑‑ a falsa igreja (Ap 6.9‑11) ‑‑ e também os que morrerão nos últimos três anos e meio sob a perseguição da Besta e do Anticristo (Ap 15.2‑4). A porção dos martirizados será ressuscitada mais tarde e vista reinando sobre a terra, juntamente com Cristo, durante o Milênio (Ap 20.4).(traduzido de "Outline of Prophetic Events ‑ Bruce Anstey)

Mais acessadas da semana

Loading...