As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que significa "entregar a Satanás"?



https://youtu.be/PcGNB82uqh0

A passagem de 1 Coríntios 5.5 fala de um poder dado aos apóstolos somente. Eles tinham poder para entregar uma pessoa à morte (do corpo apenas) como foi feito com Ananias e Safira. A igreja estava no início e no auge do seu poder. O pecado que comprometesse o testemunho recebia um juízo imediato por mão dos apóstolos.



Hoje não há mais apóstolos, portanto não temos o poder de entregar alguém a Satanás para a destruição da carne. Porém continua havendo o pecado para a morte (1 João 5.16) do corpo.

"Se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte. Há pecado para morte, e por esse não digo que ore. Toda a iniqüidade é pecado, e há pecado que não é para morte." 1 Jo 5:16,17

Quando um crente deliberadamente quer continuar pecando, Deus pode tirar sua vida (como fez com Ananias e Safira). Não se trata de tirar a salvação, mas a vida aqui na terra. Um crente pode morrer porque seu tempo aqui terminou (velho), porque sua missão foi cumprida (Paulo), porque Deus quer fazer dele um instrumento para Sua glória (Estêvão) ou porque não serve como testemunho (Ananias e Safira).]

Alguém que é advertido, admoestado, exortado, aconselhado e mesmo assim continua em seu caminho de rebeldia, deve ser deixado nas mãos de Deus. Não temos a autoridade que os apóstolos tinham, de entregar a Satanás para a destruição da carne (como em 1 Co 5).

Mais acessadas da semana