As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Posso perder minha salvação?



https://youtu.be/5-O-lG37mCg

Você acredita que uma pessoa salva por Cristo possa perder a salvação, ao afirmar que "...a doutrina de que uma vez salvo, sempre salvo é anti‑bíblica. Do contrário, eu poderia negar a fé quando bem entendesse." Quanto à sua idéia de que você poderá negar sua fé, devo dizer que se você realmente é nascido de Deus, Ele cuidará de você até o fim.

Embora infelizmente você e eu sejamos capazes de cair, pois "sete vezes cairá o justo, E SE LEVANTARÁ" (Pv 24.16), podemos descansar na certeza de que "o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus vos chamou à Sua eterna glória, depois de haverdes padecido um pouco, ELE MESMO VOS APERFEIÇOARÁ, CONFIRMARÁ, FORTIFICARÁ E FORTALECERÁ" (1 Pd 5.10). "O Senhor Jesus Cristo, o qual vos confirmará também ATÉ AO FIM, PARA SERDES IRREPREENSÍVEIS NO DIA DE NOSSO SENHOR JESUS" (1 Co 1.8). "Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo" (Fp 1.6). "Para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os Seus santos" (1 Ts 3.13). "Assim, pois, não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que Se compadece" (Rm 9.16).

Quando entendemos que não apenas nossa salvação depende de Deus, mas também a manutenção de nossa salvação depende dEle, podemos descansar sabendo que Ele nos fará completar nossa jornada aqui. Ao contrário do que muitos pensam, isto não nos leva a tratar levianamente o pecado, mas faz aumentar o sentimento de responsabilidade genuína. Quando ficamos sabendo que a graça de Deus é grande para chegar a este ponto, nosso coração enche‑se de temor, não de perdermos a salvação, mas de sabermos quão grandiosa foi a obra de Cristo por nós. Um verdadeiro crente nunca perderá a salvação; Deus providenciará para que nada e ninguém possa tirá‑lo das mãos do Pai. E um verdadeiro crente, ao saber disso, nunca dirá: "Se é assim, vou pecar à vontade". O que pensa assim nunca foi salvo, nunca conheceu a graça de Deus.

Mais acessadas da semana