As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

O cristão deve impor sua cultura e costumes?



https://youtu.be/QcZH0vSl-os

O cristão não deve impor sua cultura e costumes neste mundo por uma razão muito simples: somos estrangeiros. Um brasileiro que se mudar para o Japão não vai querer influenciar o governo Japonês para adotar o cristianismo como religião oficial ou querer estabelecer o domingo como um dia de descanso e adoração, ou fazer os japoneses pararem de tocar sua música para fazer batucada. O brasileiro não vai fazer isso porque lá ele é estrangeiro. Não faz sentido interferir.

Devemos rezar a Ave Maria?



https://youtu.be/tBWgnX8bjSg

A oração que mencionou começa com "Ave Maria, cheia de graça...". Creio que é importante se conhecer a definição da palavra "graça". Do modo como você escreve, parece ser uma virtude de alguém, mas não é assim que a Bíblia ensina. Qualquer dicionário mostrará que graça é um favor recebido, e não algo que alguém possua em si mesmo.

Quando Jesus morreu na cruz, Deus morreu?



https://youtu.be/W_HwYcOQPF4

Em nenhum lugar das Escrituras encontro esta ideia. Cristo morreu na cruz como Homem (embora sendo Deus), mas Ele entregou Sua vida de Homem. Deus manteve-Se inalterado, e até O abandonou na cruz. Daí as trevas e o "Deus Meu por que Me desamparaste?" Creio que Ele não tenha ficado totalmente sozinho na cruz pois o Pai estava com Ele.

Devemos estudar as coisas do Demônio para saber evitá-las ou combatê-las?



https://youtu.be/-TwvpMVYuFA

Você pergunta se devemos conhecer bem as religiões falsas, doutrinas demoníacas ou mesmo as coisas que Satanás introduz sutilmente em filmes, livros, arte etc. Coincidência ou não, lembrei-me hoje de um livro que vi há muitos anos em uma livraria cristã. Seu autor escreveu um livro inteiro só para explicar os aspectos demoníacos que eram encontradas no desenho "He-Man". O desenho foi significativo para uma determinada geração, mas depois não foi mais visto. Li em algum lugar que seus criadores acabaram desempregados depois que a audiência caiu.

Mais acessadas da semana