As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

A obediência aos pastores é incondicional?



https://youtu.be/WoSm5eoeiQs

Sinto pelas dificuldades que vocês têm passado e principalmente pelas dúvidas que surgiram quando tiveram de abandonar o lugar onde se reuniam por causa daquele que se dizia pastor. Sua dúvida é em razão do versículo: Hebreus 13.17 - "Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil".

Não acha a reencarnação uma idéia mais lógica e racional?



https://youtu.be/cVdK3NZGRe0

Se leu meu relato de conversão em www.stories.org.br/angels.html verá que conheço relativamente bem as idéias que você defende. O problema todo é de princípio. O espiritismo procura chegar ao conhecimento de Deus pela lógica e razão. "Mas isso é lógico! ", afirmou você. A Bíblia deixa claro que não é pela razão, mas pela revelação que compreendemos as coisas de Deus.

O que você pensa do divórcio?




Você escreveu que tem dúvidas sobre a questão do divórcio e que, por estar separado há um ano por iniciativa de sua esposa, tem perguntado ao Senhor todos os dias qual é a vontade dele a respeito. No meu entendimento, segundo a Palavra de Deus a separação e novo casamento só podem ocorrer em algumas situações. 

Mais acessadas da semana