As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Se estou salvo, por que continuo aqui?



https://youtu.be/qZo2MaED46A

Se você ainda não crê no Salvador, sua primeira razão de estar aqui é conhecer a imensurável graça de Deus e ser salvo pela fé em Jesus. Se você for um salvo em Cristo, se tiver recebido o perdão de todos os seus pecados e a vida eterna, uma condição total e suficiente para ir para o céu, então sua pergunta é a de muitos cristãos: Se estou pronto para ir para o céu, por Deus me deixa aqui?
Creio que estamos neste mundo por duas razões, além daquela que é conhecer mais do amor e da graça de Deus, algo que não conseguiríamos no ambiente sem problemas do céu. Estamos aqui em Seu lugar neste mundo, assim como Ele está agora em nosso lugar diante de Deus. Devemos andar como Ele andou aqui, e viver por duas das razões pelas quais Ele andou aqui:

Primeiro e antes de mais nada, Ele esteve neste mundo para a glória de Deus. Foi esta a primeira razão da cruz, que Deus fosse glorificado no que dizia respeito ao pecado. Ainda que nenhum homem viesse a aceitar o Evangelho, ainda que ninguém fosse salvo, mesmo assim a obra de Cristo na cruz teria glorificado a Deus acerca do pecado. Ele veio primeiro para tirar o pecado do mundo. Mas podemos nos dar por privilegiados por Deus ter desejado incluir em Seus propósitos eternos a segunda razão de Ele estar aqui.

A segunda razão de Jesus ter vindo ao mundo foi para que a casa de Seu Pai ficasse cheia de filhos e que isso fosse de gozo para Ele, razão pela qual o Senhor enfrentou a cruz (Hebreus 11). Quando vir a obra de Sua alma (Isaías 53) Ele ficará satisfeito.

Portanto, quais eram as duas coisas que o Senhor trazia sempre diante de Si? Glorificar a Deus e salvar pessoas. Quais são as duas coisas que devemos ter diante de nós? Os discípulos em alguns momentos buscavam por coisas materiais, coisas como poder, reconhecimento etc.

Pedro queria saber o que eles, que haviam deixado tudo, iriam ganhar com isso: "Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que receberemos?" Mateus 19:27
Os trabalhadores, que foram contratados primeiro, estavam esperando por um melhor salário: "Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia?" Mateus 20:12

Uma mãe pediu que seus dois filhos, discípulos de Jesus, fossem colocados em uma boa posição: "Dize que estes meus dois filhos se assentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu reino." Mateus 20:21

Outros ficaram bravos, pois cada um queria um lugar de honra: "E, quando os dez ouviram isto, indignaram-se contra os dois irmãos." Mateus 20:24

Mas o Servo Verdadeiro mostrou a eles que o lugar que eles deviam ter neste mundo era o lugar que Ele teve. E enquanto muitos buscam por coisas e posição, quem são os que seguem a Jesus? (veja o último versículo de Mateus 20). São aqueles que encontraram o que realmente necessitavam, aqueles que eram cegos, e que não pediram por coisa alguma além de ver. Era tudo o que queriam, ver.

O "Servo cego" de Isaías podia curá-los e ser um exemplo que eles poderiam seguir. O mesmo deveria acontecer conosco. Pergunto: Temos esses mesmos dois objetivos diante de nós? Eu poderia mencionar mais de uma centena de coisas, em meu caso, que estão tentando desviar meus olhos do caminho que eu deveria seguir: os passos de Jesus.

"E Jesus, parando, chamou-os, e disse: Que quereis que vos faça? Disseram-lhe eles: Senhor, que os nossos olhos sejam abertos. Então Jesus, movido de íntima compaixão, tocou-lhes nos olhos, e logo viram; e eles o seguiram." Mt 20:32-34

Finalmente, há ainda mais uma razão para ainda continuarmos aqui e é a mesma para muitas coisas que nos acontecem e que não entendemos.

"E Pedro, voltando-se, viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o seu peito... disse a Jesus: Senhor, e deste que será? Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu." João 21:20-22

Mais acessadas da semana