As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Como me livrar do apego a coisas e hábitos?



https://youtu.be/KWJBQQypmW8

Não são poucas as coisas que nos atraem nesta vida, e todos nós as temos de vez em quando, mas acabamos nos esquecendo delas sempre que nos deparamos com algo melhor, mais algum aspecto da sublimidade de Cristo. Talvez essas coisas e afeições se encaixem nas "todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convém" que o apóstolo Paulo mencionou:

1 Coríntios 6:12, 23 "Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma... Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam."

Eu creio que não é livrando-se dessas coisas que a gente passa a se ocupar mais com o Senhor, mas o contrário. É ocupando-se mais com o Senhor que as coisas vão perdendo sentido em nossa vida. Gal 5:16 "Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne." Essa é a ordem das coisas: primeiro andar em Espírito (no no Espírito). O abandono da concupiscência vem como resultado.

O problema é que nos iludimos achando que é uma espécie de vacina, que tomamos uma vez na vida e ficamos imunes. Não, o cristão precisa andar de fé em fé, dia a dia, hora a hora... Todas as manhãs precisamos de uma porção renovada do Maná, o Pão que desceu do céu, nosso Senhor Jesus, ou no dia seguinte estamos famintos de novo e vamos desejar as cebolas do Egito como os israelitas desejaram no deserto. Números 11:5 "Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça; e dos pepinos, e dos melões, e dos porros, e das cebolas, e dos alhos". Peixes? Pepinos? Melões? Porros? Cebolas? Alhos? Assim é o coração do cristão quando está descontente. Eles não se lembravam de que nada disso tinham ou vinha de graça: eram escravos de Faraó!

Não sei o quanto preza as coisas e hábitos que mencionou, mas às vezes a preocupação constante de se livrar delas faz com que você se ocupe ainda mais com elas. Deixa pra lá. O Senhor cuidará disso. Me faz lembrar uma historinha contada por um irmão que já está com o Senhor.

"Certo homem sonhou que recebeu um aviso de que o Senhor estava indo visitá-lo em casa. Desesperado, tratou de tirar da sala tudo o que podia desagradar o Senhor e jogou tudo no quarto. O Senhor chegou, ficou alguns minutos na sala e disse que queria conhecer o quarto. O homem pediu um minuto, correu lá e transportou tudo para a cozinha, as coisas impróprias da sala e as que ficavam no quarto também. Tendo visto o quarto o Senhor pediu para ver a cozinha. Outra vez o homem foi antes providenciar para que tudo fosse levado para o porão da casa. Você adivinhou. Depois da cozinha o Senhor quis ver o porão, e o homem desceu antes e conseguiu enfiar tudo em um enorme baú e fechar com um cadeado. O Senhor desceu e quis ver o baú. Aí não tinha mais jeito. O homem abriu o baú e, para sua surpresa, estava vazio."

Enquanto ficamos no desespero de resolver essas coisas, continuamos tão ocupados quanto antes. Quando abrimos, escancaramos nossa vida para o Senhor, Ele cuida de fazer o resto. Mas, volto a repetir, a ordem é sempre nos ocuparmos com Ele, e só então as outras coisas vão perder importância. Mas é dia a dia, porque não existe vacina contra a concupiscência enquanto andarmos por aqui.

Eu não sou diferente de você e também já tive diferentes fases de apego a isso ou aquilo, mas quando olho para trás vejo que coisas que antes me eram tão caras, hoje não têm importância nenhuma. Infelizmente não posso dizer que hoje esteja menos apegado às coisas de um modo geral, porque em grande parte aquelas coisas antigas simplesmente foram substituídas por coisas novas. Mas continuo neste exercício de todos os dias buscar uma porção renovada de Cristo para suportar este deserto que não é nosso lar. No mundo teremos tribulações, prometeu o Senhor. Portanto não se espante quando vê a promessa dele sendo cumprida à risca. João 16:33 "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo."

Porém, de todas as coisas com as quais nos ocupamos e que nos fazem desviar nosso olhar de Cristo, a pior de todas é justamente aquela da qual não podemos nos livrar enquanto vivemos aqui: nós mesmos. A ocupação com o eu, com nossas fraquezas, nossos fracassos, nossas derrotas é a mais prejudicial de todas as ocupações, porque é a ocupação com a carne, essa parte fracassada que continua em nós, mesmo depois que nos convertemos. Entre as ocupações com a carne uma das mais destruitivas é a auto piedade.

A carne é nossa velha natureza, aquela que herdamos de Adão, e que continua em nós lado a lado com a nova natureza, a que recebemos de Deus quando nascemos de novo. Não há como lutar contra a carne, pois sempre que lutamos contra ela saímos perdemos. Efésios 6:12 "Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue". O que fazer com a carne então? Considerá-la morta, mantê-la no lugar que lhe é devido, que é onde ela foi colocada na cruz por Cristo: na morte. Gálatas trata bem desse tema e mostra nossa nova posição depois da cruz:

1. CRISTO FOI CRUCIFICADO POR MIM
Gal 3:1 Ó gálatas insensatos! Quem os enfeitiçou? Não foi diante dos seus olhos que Jesus Cristo foi exposto como crucificado?

2. EU FUI CRUCIFICADO COM CRISTO
Gal 2:20 Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.

3. NOSSA CARNE FOI CRUCIFICADA COM ELE
Gal 5:24 Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.

4. O MUNDO FOI CRUCIFICADO PARA MIM

5. EU FUI CRUCIFICADO PARA O MUNDO

Gal 6:14 Quanto a mim, que eu jamais me glorie, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, por meio da qual o mundo foi crucificado para mim, e eu para o mundo.

Espero que de alguma forma minhas palavras sirvam de alento. Pode ter certeza de que "os vossos irmãos, que estão espalhados pelo mundo, sofrem os mesmos padecimentos que vós. O Deus de toda graça, que vos chamou em Cristo à sua eterna glória, depois que tiverdes padecido um pouco, vos aperfeiçoará, vos tornará inabaláveis, vos fortificará. ". 1 Pedro 5:9, 10.

Mais acessadas da semana