As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Quem pode batizar uma pessoa?

Sua dúvida é se apenas um pastor, bispo ou apóstolo pode batizar alguém, ou se isso pode ser feito por qualquer pessoa.

Primeiro vamos esclarecer alguns equívocos, pois acredito que você esteja falando de "pastor", "bispo" e "apóstolo" como geralmente esses títulos são usados dentro das denominações religiosas. Vamos tentar esquecer esses cargos que os homens inventaram e buscar na Palavra de Deus a explicação para esses dons e ofícios.

Apóstolos não existem mais. Leia aqui "Como saber se um apóstolo é genuíno?"

Bispos eram os anciãos responsáveis pelos cristãos em uma cidade, não em uma denominação. Eram sempre mais de um. Leia mais aqui: "Quem pode ser chamado bispo?"

Pastor é um dom, não um dirigente de congregação ou alguém que fez uma faculdade de teologia. Leia aqui: "Devemos obedecer aos pastores?"

Respondendo a sua pergunta, sim, qualquer pessoa pode batizar outra, porque não é quem batiza ou quem é batizado que importa, mas o batismo em si e em nome de quem, com com que autoridade, isso é feito. O Senhor deu essa ordenança aos doze apóstolos e isso incluiu até mesmo Judas, aquele que era falso.

Em Atos 2 diz "De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas". Se considerarmos que a igreja estava começando e eram nesse tempo apenas 12 apóstolos (Matias estava agora no lugar de Judas), se os apóstolos conseguissem batizar uma pessoa a cada 5 minutos seriam necessárias 21 horas para batizarem todas essas pessoas. O mais provável é que muitos irmãos tenham feito isso.

A idéia de que apenas alguém que ocupe algum "cargo" ou tenha uma determinada formação é que pode batizar não passa de invenção humana, provavelmente para concentrar o poder nas mãos de poucos líderes.

O argumento de que quem batiza precisa ter um certo preparo para o batismo ser válido também cai por terra se considerarmos que boa parte dos escândalos que vemos hoje na cristandade vem justamente de líderes religiosos. Se considerássemos inválidos os batismos praticados por aqueles que caem em contradição ou escândalos, ou que depois se revelam até mesmo incrédulos ou lobos em pele de ovelhas, seria preciso rebatizar os cristãos o tempo todo. Mas a Palavra de Deus ensina que há um só batismo.

Quando uma pessoa batiza usando a fórmula "em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo", ou "em nome de Jesus" no sentido da autoridade recebida daquele que instituiu o batismo, ela está se valendo de uma autoridade delegada, como ocorre com um embaixador durante a vigência de sua embaixada. Se o embaixador depois morre, encerra seu tempo de serviço ou até mesmo nega sua cidadania, os atos que praticou enquanto estava investido daquela autoridade continuam valendo.

Leia mais sobre o batismo aqui: "O que significa o batismo?"

Devemos comer apenas alimentos crus, como Adão e Eva?



https://youtu.be/QJT8ZI-gKhY

Existe um "reverendo" norte-americano que prega a dieta "Hallelujah Diet" alegando que a alimentação que Deus planejou para o homem é vegetariana e crua. Ele se baseia em Gênesis, porém parece ignorar que aquele tipo de alimento foi dado para quem vivia antes da queda, quando o corpo humano foi radicalmente corrompido pelo pecado e a morte entrou em cena.

O cristão deve ser vegetariano?



https://youtu.be/7vcc8gTtH9Y

Essa dúvida costuma surgir naqueles que entram em contato com religiões como o Adventismo do Sétimo Dia, cuja profetisa-mór disse ter recebido uma revelação nesse sentido. Mas não existe base bíblica para isso. Pelo contrário, quando o Senhor apareceu a Abrão, foi recebido com um churrasco, que foi apreciado pelo Senhor e pelos anjos:

Existe perdão para o meu pecado?



https://youtu.be/JEgB4K3dPdo

Sua aflição parece ser fruto daquilo que acreditam as pessoas com as quais você se congregava, ou seja, que o seu pecado é grave demais para voltar a desfrutar da comunhão com Deus.

Qual a diferenca entre tribulação e grande tribulação?



https://youtu.be/jfzIUGH9rTc

Nos vídeos "O Evangelho em 3 Minutos" chamei de tribulação o período todo dos 7 anos, porque os primeiros 3 anos e meio também serão difíceis para os que se converterem, e para eles cabe também a admoestação do Senhor "No mundo tereis tribulação". A primeira metade dos 7 anos é chamada de "princípio das dores" Mt 24:8.

Israel na terra prometida é a figueira com brotos e folhas?



https://youtu.be/Jd1DCoDCzkM

Israel ainda não voltou oficialmente para a terra, digo, no sentido oficial de Deus. Hoje eles estão lá em uma condição de rebeldia e se mantêm graças à sua teimosia e esforço próprio, mas é claro que Deus continua operando e zelando por Seu povo escolhido, mesmo que faça isso dos bastidores. Eu creio que essa manifestação inicial, sem frutos para Deus, seja justamente a figueira com folhas, pois a figueira é símbolo de Israel como nação.

O dilúvio da Biblia foi copiado de lendas de outros povos?



https://youtu.be/o5jR5jVqoqA

Os fatos apresentados nesse tipo de explicação podem ser vistos de dois ângulos. Você pode, por exemplo, dizer que o dilúvio foi copiado de antigas lendas pagãs (há muitas sobre o dilúvio), ou acreditar que não eram lendas, mas um conhecimento do dilúvio que acabou misturado com sua cultura. O mesmo sobre o Sol e a mençã que a Bíblia faz dele em relação a Cristo, como o "Sol de Justiça" por exemplo. Será que o cristianismo copiou do paganismo a noção de Jesus/Sol ou esse era um conhecimento real e dado por Deus que acabou se mesclando com sua cultura?

O que fazer se meu marido é homossexual?



https://youtu.be/oYXqsIlXWgI

Desculpe-me pela demora em responder, mas não se trata de um assunto fácil. Depois de pensar conclui que é preciso entender os dois lados da questão de modos distintos. Do lado dele, essa é uma questão que ele deverá tratar com o Senhor. Neste caso vale para ele o que escrevi sobre o homossexualismo.

Devo vender tudo e dividir com outros cristãos?



https://youtu.be/2dgbsBfyQKw

Sua pergunta está relacionada com o que faziam os primeiros cristãos em Atos dos Apóstolos 4:34,35: "Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha".

Voce lê qualquer livro cristão ou evangélico?



https://youtu.be/njt9JbsG0TM

Não, eu procuro selecionar e julgar o que leio, pois hoje existe muito lixo impresso com o nome de "cristão" ou "evangélico", principalmente coisas que exaltam o homem, autoajuda etc. Mesmo quando leio autores cristãos procuro julgar tudo e reter o que é bom. Esse julgar tudo inclui me lembrar de que provavelmente o autor seja alguém ligado a algum sistema religioso com alguma denominação que diferencia seus membros de outros cristãos por um nome que não é o de Jesus. Reconheço que Deus pode usar pessoas conforme a Sua vontade, e Ele usou Elias e Eliseu que estavam, por assim dizer, no lugar errado. Enquanto o único centro estabelecido por Deus para adorar era em Jerusalém, Elias e Eliseu foram profetas de Israel, as dez tribos divididas cujo rei ficava em Samaria.

Mulheres podem ser pastoras?



https://youtu.be/8ALxW_8MiLM

Sua pergunta precisa ser contextualizada antes de ser respondida. Normalmente, quando se pergunta se uma mulher pode ser pastora de uma igreja o que a pessoa está querendo dizer é se uma mulher pode dirigir uma congregação nos moldes daquilo que encontramos no protestantismo, que nada mais é do que uma herança do catolicismo. Neste contexto, nem homem nem mulher poderiam ser pastores, simplesmente porque esse modelo de alguém dirigindo uma congregação não existe na doutrina dada pelos apóstolos.

Mais acessadas da semana