As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O clero tem fundamento biblico? - Continuacao



https://youtu.be/FzQvG05klFk

Escrevi sobre o cargo ou profissão de "pastor" que você encontra nas denominações, não por existirem muitos "pastores" que fazem barbaridades por aí, mas simplesmente por não encontrar na Palavra de Deus essa função de um homem liderando uma congregação local. O que não existe na Palavra de Deus nós não devemos inventar.

Eu tenho certeza de que existem muitos irmãos sinceros ocupando essa posição nas denominações e Deus os tem usado também. Porém o sistema que os homens criaram mais atrapalha do que ajuda. Conheço um pastor presbiteriano que tem um dom muito especial de evangelista e gosta mesmo de sair pregar o evangelho. Ele próprio me confessou que prefere estar em campo pregando do que dirigindo a congregação que lhe foi designada.

Agora veja você que situação: por fazer parte do sistema ele seguiu o caminho que a tradição ditou: estudou teologia, foi ordenado pastor e assumiu a liderança de uma congregação ou "igreja" em uma pequena cidade. Como seu dom é de um evangelista, aquela congregação não escuta mais que o evangelho todas as semanas e fica assim privada de aprender aquilo que Deus tem preparado para ensinar por intermédio dos que tem o dom de pastor ou mestre (lembre-se de que ele reconhece não ter o dom de pastor, mas de evangelista).

Naquela congregação podem existir outros irmãos que tenham recebido do Senhor o dom de pastor ou de mestre (ou doutor), porém o sistema determina que é o "pastor ordenado" quem deve ficar à frente da congregação, pregar, ensinar, pastorear etc. Então todos perdem: esse "pastor", por reconhecer que não tem o dom e acaba fazendo menos do que poderia; os outros dons, que não têm tantas oportunidades de se manifestarem como teriam se estivessem se congregando segundo 1 Coríntios 14; e a congregação como um todo, que não será alimentada com mais do que a mensagem básica do evangelho, que é o que o "pastor" sabe pregar bem.

Resumindo o que escrevi da outra vez (e que não ficou claro para você), a profissão ou cargo de "pastor" que você encontra nas denominações na figura de um homem dirigindo o culto e responsável por uma congregação não existe na Bíblia.

Na Bíblia o pastor é um dom, como é o evangelista e o mestre. O evangelista sai pregar o evangelho, as pessoas se convertem e o pastor as incentiva a permanecerem no Senhor, enquanto o mestre ensina doutrina a elas. Você encontra os diferentes dons em ação em Atos 11:

EVANGELISTAS:
Ats 11:19-21 Aqueles, pois, que foram dispersos pela tribulação suscitada por causa de Estêvão, passaram até a Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus.  Havia, porém, entre eles alguns cíprios e cirenenses, os quais, entrando em Antioquia, falaram também aos gregos, anunciando o Senhor Jesus. E a mão do Senhor era com eles, e grande número creu e se converteu ao Senhor.

PASTOR:
Ats 11:22-24 Chegou a notícia destas coisas aos ouvidos da igreja em Jerusalém; e enviaram Barnabé a Antioquia; o qual, quando chegou e viu a graça de Deus, se alegrou, e exortava a todos a perseverarem no Senhor com firmeza de coração; porque era homem de bem, e cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor.

MESTRE:
Ats 11:25-26 Partiu, pois, Barnabé para Tarso, em busca de Saulo; e tendo-o achado, o levou para Antioquia. E durante um ano inteiro reuniram-se naquela igreja e instruíram muita gente; e em Antioquia os discípulos pela primeira vez foram chamados cristãos. (aparentemente Barnabé reunia os dons de pastor e mestre, pois diz que ele ensinava juntamente com Paulo.)

A responsabilidade de uma assembleia local não está sobre um só homem (como costuma ser o "pastor" das denominações), mas sobre vários irmãos que a Bíblia chama de anciãos, bispos ou presbíteros (ou guias). Estes não são dirigentes das reuniões, mas funcionam como zeladores do rebanho.

Quanto ao que disse de Davi, escolhido por Deus para ser o líder de Israel, ele é uma figura de Cristo Rei para Israel (nas epístolas dadas à igreja Cristo nunca aparece como rei da Igreja, mas sempre como Senhor). Mas no início Deus não queria dar um rei para Israel, mas queria que o Seu povo dependesse somente de Deus como seu Líder. O povo pediu um rei porque queria ser como as outras nações e Deus lhes deu Saul.

No que diz respeito à Igreja de Deus, o próprio Senhor é o Sumo Pastor, o Espírito Santo o dirigente das reuniões e os próprios crentes são o templo ou casa espiritual de Deus e exercem um sacerdócio santo. Percebe o quão diferente tudo isso é do modelo que o protestantismo copiou do catolicismo que, por sua vez, emprestou de Israel? Inventaram um clero formado por homens em uma posição intermediária entre a congregação e Deus, arranjaram para esses homens vestes distintas, deram a eles títulos honoríficos como "padre", "pastor", "bispo", "sacerdote", "reverendo" etc. e chegaram ao ponto, no catolicismo, de chamar um homem de Sumo Pontífice ou Sumo Sacerdote.

Espero que desta vez tenha ficado mais claro para você. Repito: minha intenção não é denegrir as pessoas que ocupam a posição de "pastores" nas denominações, pois a grande maioria desses irmãos simplesmente ignora o que a Palavra de Deus diz a respeito, tendo "engolido" aquilo que a tradição religiosa lhes passou sem nem mesmo irem conferir nas epístolas. O melhor mesmo é sermos como os irmãos de Bereia quando os apóstolos vieram lhes trazer as novas do Evangelho. Conhecedores das escrituras do Antigo Testamento, eles foram conferir se as coisas eram de fato do jeito que aqueles homens estavam lhes falando.

Ats 17:11 Ora, estes eram mais nobres do que os de Tessalônica, porque receberam a palavra com toda avidez, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram assim.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana