As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Devemos buscar membros para uma reuniao?



https://youtu.be/UGocSDvTxvY

A Palavra de Deus não nos exorta a fazer prosélitos ou conquistar "membros" para algum tipo de congregação. Em Atos os discípulos pregavam o evangelho e, quando se reuniam, "perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações... E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos". At 2:42-47


Repare que é o Senhor quem acrescenta à igreja os salvos, e a igreja é o Seu corpo formado por TODOS os que creem em Jesus. Quando dois ou três estão congregados para o Senhor e em Seu nome, estão dando testemunho dessa única igreja em sua expressão local. Não estão "dando testemunho de um testemunho", como seria o caso se a "reunião" fosse alguma coisa em si mesma. Se fosse, não seria diferente de uma seita ou divisão, uma espécie de "denominação sem nome".

Por isso, não se preocupe em angariar "membros" para algum grupo. Queira apenas aquilo que Deus quer: "que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade" 1 Tm 2:4. Neste caso devemos buscar sim outros, mas para serem salvos pela fé em Jesus. A salvação vem por escutar o evangelho e crer em Jesus, por isso somos convidados a pregar o evangelho e não uma congregação.

Mas não para aí. O pleno conhecimento da verdade vem pelo aprender a Palavra. Uma vez de posse da salvação e do Espírito Santo que lhe dá entendimento, o cristão está totalmente capacitado para fazer ao Senhor a pergunta que os discípulos fizeram por ocasião da ceia: "Onde queres que a preparemos?" Lc 22.

Quando compreendemos isso, então, do mesmo modo como não temos razão para nos gloriar por termos nos convertido, por descobrirmos que foi uma ação do Espírito Santo em nós que nos levou a Cristo, também não teremos de quê nos gloriar por estarmos congregados para o Senhor, porque saberemos que foi "um homem levando um cântaro de água" (Lc 22) que nos levou até ali.

Como naquele tempo homens não levavam cântaros, e sim mulheres, e considerando ser a água uma figura da Palavra de Deus (Ef 5:26), descansamos no fato de ter sido o Espírito Santo, através da Palavra, que nos levou ao "cenáculo mobilado", isto é, a um lugar mais alto do que o nível e o sistema religioso deste mundo, o qual estava já mobilado, ou seja, preparado com tudo o que precisávamos para desfrutar da própria presença do Senhor em nosso meio.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana