As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Evitar filhos e' pecado?



https://youtu.be/wcuAS0BrQIs

Eu entendo que a vida humana só existe quando é concebida, e isso é bíblico. Antes de ser concebida, o semem masculino e o óvulo feminino ainda não são um ser humano enquanto estiverem separados, e o corpo se incumbe de descartá-los regularmente.

Ao contrário dos animais, que procuram o sexo oposto quando estão no cio, não me lembro de outro ser vivo que tenha a característica do ser humano, ou seja, a disposição constante de fazer sexo, dentro e fora do período de fertilidade da mulher.

A Bíblia fala de Isaque e Rebeca "brincando" como marido e mulher, portanto em algum tipo de atividade íntima que não devia ser necessariamente um ato de procriação, mas de prazer mútuo.

"Ora, depois que ele se demorara ali muito tempo, Abimeleque, rei dos filisteus, olhou por uma janela, e viu, e eis que Isaque estava brincando com Rebeca, sua mulher. Então chamou Abimeleque a Isaque, e disse: Eis que na verdade é tua mulher; como pois disseste: E minha irmã?" Gn 26:8, 9.

Para Abimeleque desconfiar que Isaque e Rebeca eram marido e mulher, essa "brincadeira" devia ter caráter sexual. Com tudo isso concluo que pode existir entre o casal um relacionamento de cunho sexual, porém sem função de procriação.

Existem diferentes métodos contraceptivos, e alguns realmente são abortivos, ou seja, agem após a concepção (você vai precisar pesquisar quais são http://pt.wikipedia.org/wiki/Contracep%C3%A7%C3%A3o )

Entendo que os métodos abortivos e o aborto sejam sim condenados pela Palavra de Deus, porém não o evitar a concepção. Até um casal que evita relações sexuais no período fértil (tabelinha) estaria evitando a concepção, o que não tem muita diferença de se usar a camisinha, por exemplo.

No entanto, esta é uma questão pessoal já que não vamos encontrar na Palavra uma ordem do tipo "façam sexo sempre" ou "não evitem a relação" ou "façam sexo apenas nos períodos férteis". Então se um casal se entende e acredita que não deve evitar filhos, então isso é um direito do casal e não devemos criticá-lo por isso.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana