As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que significa tomar sobre si a propria cruz?

A passagem à qual se referiu é: Mat 16:24 "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me".


"Renuncie-se": Agora estou sob nova direção, não sou mais eu e minha vontade que manda aqui.

"Tome sobre si a sua cruz": Estou disposto a sofrer rejeição, vergonha, cansaço etc... tudo o que sofreria literalmente carregando uma enorme cruz de madeira às costas, ou seja, estou disposto a me identificar com Cristo em seus sofrimentos.

"Siga-me": Quero ir aonde Ele for e me enviar, quero fazer como Ele faria, viver, como Ele viveria, estar nos lugares onde Ele estaria.

Vou colocar em forma de lista algumas características de quem nega-se a si mesmo, toma sobre si a cruz e segue a Jesus:

- Sofre a oposição da família e/ou amigos
- É reprovado pelo mundo e rechaçado pela sociedade
- Está disposto a abrir mão dos confortos desta vida
- Vive em completa dependência de Deus Pai
- Caminha em obediência à direção do Espírito Santo
- Proclama uma mensagem que não é nem um pouco bem aceita
- Está disposto a encarar uma senda solitária e ser abandonado
- Recebe constantes ataques dos líderes religiosos como Jesus sofreu
- Sofre por amor da justiça
- Passa por privações, provações e vergonha
- Dedica a sua própria vida para bem estar de seu próximo
- Considera-se morto para si mesmo e para o mundo
- Apropria-se da nova vida que tem em Cristo
- Tem certeza da razão de sua existência e de seu destino eterno

É preciso não confundir isto com alguns que simplesmente jogam tudo para o alto a pretexto de estarem seguindo a Cristo, abandonam a família à míngua e aí passam a viver de favor de irmãos, parentes e amigos. Também não tem nada a ver com aqueles que simplesmente ofendem as pessoas batendo com a Bíblia em suas cabeças para depois dizerem com cara de mártir: "Vejam como sou perseguido!"

Estas coisas devem ser enxergadas no contexto de toda a Palavra de Deus e não sob a influencia do monasticismo católico (herdado das religiões orientais), e nem de um espírito de cavaleiro das Cruzadas, agindo violentamente para impor sua fé. Quem tem compromissos assumidos (família, trabalho etc.) deve honrar seus compromissos, porque isto é agradável a Deus, e se quiser seguir a Cristo, tomar sua própria e renunciar-se a si mesmo, deve fazer isso em AMOR.

2Ts_3:10 Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também.

1Tm_5:8 Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel. 

Também nem preciso dizer que a passagem nada tem a ver com aqueles que saem em romaria carregando uma cruz para pagar promessas ou tentar por seus esforços obter algum benefício ou bênção de Deus ou de algum ídolo ao qual adore. Esses ainda não entenderam que com Deus não se faz barganha.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana

Loading...