As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Adao e Eva tiveram filhos enquanto estavam no Eden?



https://youtu.be/06fy1l3BK_A

Não há qualquer indicação de que Adão e Eva tiveram filhos no Éden, pois se tivessem, como afirma o autor do texto que você leu, eles não seriam pecadores. Aí temos um problemão para explicar como uma linhagem de inocentes e sem conhecimento do bem e do mal podia viver em um mundo arruinado pelo pecado, com o qual eles nada tinham a ver.

Essa é uma das teorias que surgiram para tentar explicar que existiriam duas linhagens de humanos, uma de pessoas pecadoras e outra de pessoas sem pecado. Mas neste caso Deus não precisaria ter enviado o seu Filho ao mundo para morrer pelos pecadores. Bastaria ter usado um desses da linhagem dos "sem pecado" para servir de "cordeiro sem mácula".

A genealogia humana de Jesus (ele foi gerado pelo Espírito Santo no ventre de uma virgem, portanto não descendeu diretamente de Adão) mostra que veio da linhagem de Sete, o filho que Adão e Eva tiveram após perderem Abel. Mas mesmo quando você analisa essa linhagem de Sete, todos eles eram igualmente pecadores. Basta ver Davi, Salomão e tantos outros que cometeram pecados horríveis.

Imediatamente após pecarem Adão e Eva se esconderam de Deus e o resto da história já sabemos. Fora do Éden tiveram Caim, Abel e outros filhos, todos pecadores, pois não há um homem que não seja pecador de nascença (exceto Jesus).

Gn 4:1 indica que eles tiveram sua primeira relação sexual fora do Éden, pois aparentemente ficaram pouquíssimo tempo no jardim de Deus.

Gên 4:1 E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.

A afirmação do autor, de que existiria uma linhagem de filhos concebida no Éden antes do pecado, é completamente equivocada e isso fica claro por todo o contexto da Palavra de Deus. Seria preciso alterar algumas passagens do Novo Testamento para a ideia dele valer. Por exemplo:

Rom 3:23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus [exceto os filhos que Adão e Eva tiveram no Éden];

Rom_5:12 Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram [exceto os que nasceram no Éden antes do pecado].

Além disso, a expulsão de Adão e Eva do Jardim do Éden foi para que não comessem da árvore da vida e vivessem eternamente naquela condição de degradação que o pecado introduziu.


Gên 3:22-23  Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente,  O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. 


Por que Deus tiraria do jardim do Éden os supostos filhos de Adão e Eva que não pecaram? Se os tirasse, eles seriam totalmente estranhos no mundo, pois não teriam consciência, algo que o homem recebeu depois de comer da árvore do conhecimento do bem e do mal. Se permanecessem no Jardim, estariam lá até hoje, pois certamente teriam comido da árvore da vida.

Como pode ver, nem mesmo um autor de ficção escreveria uma história com essa do texto que você leu, pois ela teria tantos furos que seria um fracasso de vendas.

por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana