As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Existem cavalos no ceu?



https://youtu.be/nxgQTqDNnrc

O autor do texto que você enviou faz uma viagem tortuosa para justificar que o céu está cheio de cães e gatos. Pelo raciocínio dele, até mesmo os cavalos têm seu lugar na glória, e ele tenta provar isso usando uma passagem de Apocalipse:

Apo 19:11-15 "E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro... E estava vestido de uma veste salpicada de sangue... E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro... E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso".

Se valer o mesmo raciocínio aplicado ao cavalo, no céu existiriam tecelagens para fabricar esses vestidos, metalúrgicas para as varas de ferro, e indústria bélica para a produção de espadas. O céu teria ainda fábricas de instrumentos musicais para fazer trombetas, gráficas para imprimir livros e fabricantes de cálices. A questão é que a linguagem do Apocalipse é simbólica e cada um desses itens simboliza algo que conhecemos na Terra, caso contrário não teríamos ideia do significado das passagens.

A grande diferença entre o homem e os animais é que o primeiro foi criado à imagem e semelhança de Deus, os animais não. À semelhança de Deus, Adão possuia espírito. Animais têm alma (anima), a vida natural, mas Adão recebeu, além da alma, uma parte espiritual, que permitiu seu contato e comunhão com Deus. Foi por criar o homem à semelhança de Deus que Deus pode vir ao mundo em semelhança de homem.

Gên 1:27 E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.

A visão do autor do texto é muito romântica quando pensamos no cãozinho, mas ele precisará incluir em sua doutrina as baratas, pernilongos, vermes, vírus e bactérias, pois todos são seres vivos. As bactérias têm vida, porém nenhuma delas tem um espírito capaz de se relacionar com o Criador, e é isto o que torna a vida humana distinta de todos os seres criados. Animais têm sentimentos como medo, alegria e prazer por possuírem uma alma.

Além de possuir um espírito, o homem também ressuscitará, quando corpo, alma e espírito voltarem a estar juntos.

É certo que no reino milenial de Cristo na terra (diferente do lugar ocupado pela Igreja no céu) existirão animais, pois há várias passagens do Antigo Testamento que confirmam isso. Serão animais diferentes em sua natureza, já que não serão carnívoros, porém vegetarianos. O cenário descrito por Isaías é do reino de Cristo na terra, não no céu:

Isa 11:6-9 E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.

Esse período durará mil anos, e no final a terra toda será destruída pelo fogo e os céus se enrolarão como um rolo. É o fim da matéria como a conhecemos e também do tempo. Na Bíblia não diz nada sobre como serão os novos céus e a nova terra que Deus criará nessa ocasião, portanto não há como afirmar se haverá ou não animais na nova terra.

As religiões pagãs é que dão aos animais no pós vida uma condição privilegiada. Em nenhum lugar na Bíblia você encontra isso. Não raro essas e outras religiões fazem os homens adorarem animais e se sujeitarem a eles, numa inversão do que Deus fez na criação, quando fez os animais para que estivessem sujeitos ao homem em sua vida na terra. Ideias assim levam a desdobramentos perigosos, uma vez que podem considerar tão errado matar um animal quanto assassinar um ser humano.

Porém, quando Noé saiu da arca Deus lhe deu todos os animais como alimento. Obviamente para isso ele precisaria matá-los, portanto não há nada de errado em matar animais para alimentarem o homem ou servirem para sua sobrevivência, como é o caso das válvulas de coração e outras partes que são extraídas de porcos para serem implantadas em seres humanos. Nosso intestino está repleto de bactérias que vivem e morrem para nossa sobrevivência, e quando escovamos os dentes o antisséptico da pasta também mata alguns milhares de seres vivos -- tão vivos quanto o poodle que temos em casa.

"Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; tudo vos tenho dado como a erva verde". Gn 9
por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana