As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Como saber a vontade de Deus?



https://youtu.be/AO0EuPEYDk4

Você perguntou se estaria correto agir como alguém que conhece, que ficou sete anos desempregado e sustentado pela esposa porque recebeu uma "visão" de que Deus lhe daria um negócio próprio e que não trabalharia mais como empregado. Daí sua dúvida do que deve fazer para ser assim tão guiado por Deus para saber exatamente onde morar, que profissão exercer, com que se casar, quantos filhos ter etc.

Por não sentir-se tão confiante de que tem uma visão clara dos planos de Deus para você, tem sido considerado como rebelde pelos irmãos com quem conversa, os quais vivem dizendo que Deus falou com eles isso e aquilo, como se tivessem uma conexão de banda larga com Deus. Sua dúvida é se, por não viver assim com instruções tão claras vindas do céu, você não estaria em perfeita comunhão com Deus.

Esse seu amigo que está há 7 anos esperando desempregado que um negócio próprio caia do céu para ele virar "empresário" deve ter sido vítima desses pregadores de prosperidade. Enquanto isso ele está deixando que a esposa carregue o piano para ele ficar no "bem-bom" aguardando a concretização de sua suposta "visão". Já pensou se todo mundo agisse assim? O nome disso é "preguiça", "falta de iniciativa", "conversa mole" ou qualquer coisa, menos "visão" dada por Deus.

Não é bem assim que as coisas acontecem. Você não fica parado na plataforma do metrô esperando aparecer escrito numa tela: "Embarque neste!". Deus lhe dá a inteligência e discernimento para decidir em que trem deve embarcar, em que horário, para que destino etc. É claro que deve orar sempre e colocar nas mãos do Senhor até as decisões mais banais de sua vida, mas isso não significa que precise ficar parado esperando o céu trovejar e um letreiro aparecer no céu escrito por raios flamejantes.

É claro que nem sempre você agirá certo, pois muitas vezes estará fazendo a própria vontade tipo criança mimada, ainda que invente algum sonho ou visão para "santificar" aquilo que não passa de vontade da carne. Deus pode barrar uma decisão sua precipitada ou pode também deixar que você siga em frente para quebrar a cara e aprender do jeito mais difícil. Imagine-se sempre como uma criança de dois anos em seu relacionamento com o Pai. Sempre que quiser atravessar a rua sem dar a mão a Ele correrá sério perigo. Comunhão com Deus implica em dependência de Deus, não de suas próprias conjecturas que poderá apelidar de "visões", "revelações", "unções" e tantos termos largamente aplicados erroneamente principalmente no meio pentecostal.

O segredo da comunhão é, primeiro, fugir da vontade própria e de querer barganhar com Deus, tipo fazendo promessas de que se Deus der isso, você fará aquilo etc. Segundo, levar uma vida de oração, seja nos momentos dedicados a ela, seja por meio de "orações relâmpago" em cada pequena decisão da vida. Também é vital ler sempre a Palavra para que seus pensamentos e decisões possam ser formados por ela, ou então julgados por ela quando estiverem em desacordo com a mente de Deus. Viver assim será sempre mais seguro, pois você estará sempre julgando se deve ou não fazer algo segundo a Palavra de Deus.

Mas é claro que na Bíblia você não encontrará algo do tipo "Acorde às 6 horas amanhã, tome banho, faça café...". Por isso, além da Palavra de Deus o crente tem o Espírito Santo para ajudá-lo a discernir o que vem de Deus e o que não passa de concupiscência de uma mente religiosa (como a "visão" de seu amigo candidato a empresário). Mas uma coisa é certa: O Espírito Santo jamais irá contradizer a Palavra que Ele próprio inspirou nos apóstolos e profetas. Por isso é importante conhecer a Palavra para não ser enganado por suas próprias ideias pensando que elas vêm de Deus.

Não se preocupe com essa "banda larga" que alguns parecem ter, com uma conexão direta de alta velocidade com o céu. Na grande maioria dos casos isso é só blá-blá-blá, soberba religiosa e carne querendo dar um ar de aprovação divina para aquilo que não passa de vontade e capricho do homem. Fuja desses que volta e meia dão "profetadas", dizendo ter recebido uma revelação disso ou daquilo. São homens ímpios e falsos profetas que não têm qualquer escrúpulo em enganar as pessoas, seja para obter alguma vantagem financeira, seja para ter seus egos alisados e inflados. Os links abaixo lhe darão mais informações sobre o assunto:

http://www.respondi.com.br/2011/06/por-que-os-cristaos-falam-tanto-em.html
http://www.respondi.com.br/2009/12/um-profeta-pode-descobrir-senhas.html
http://www.respondi.com.br/2012/01/deus-ainda-fala-conosco-hoje.html
http://www.respondi.com.br/2011/02/de-que-espirito-esta-falando-em-1-co.html
http://www.respondi.com.br/2012/01/revelacao-de-deus-esta-completa.html
http://www.respondi.com.br/2009/07/como-me-precaver-contra-o-erro.html
http://www.respondi.com.br/2011/03/foi-deus-quem-falou.html
http://www.respondi.com.br/2012/03/tocar-no-ungido-de-deus-significa-falar.html
http://www.respondi.com.br/2011/10/as-manifestacoes-espirituais-nas.html
http://www.respondi.com.br/2012/03/profetizar-significa-ver-o-futuro.html
http://www.respondi.com.br/2008/06/como-interpretar-as-sensacoes.html

por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana