As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Tito abandonou Paulo?



https://youtu.be/I9mL10TWmK0

Ao ler 2 Timóteo 4 você ficou em dúvida se o Tito mencionado ali seria o mesmo a quem Paulo dirigiu sua epístola. Sim, deve ser o mesmo Tito, porém a passagem não diz que ele tenha abandonado a Paulo. Demas foi quem Paulo diz que o abandonou, enquanto só é dito que Crescente e Tito viajaram para outro lugar. Talvez tenham viajado para tratar de assuntos particulares ou mesmo na obra do Senhor, mas não enviados por Paulo pois no versículo seguinte Paulo fala que enviou Tíquico a Éfeso. Isto parece ficar mais claro na versão NVI da Bíblia:

2Tm 4:10-12 pois Demas, amando este mundo, abandonou-me e foi para Tessalônica. Crescente foi para a Galácia, e Tito, para a Dalmácia. Só Lucas está comigo. Traga Marcos com você, porque ele me é útil para o ministério. Enviei Tíquico a Éfeso.

Às vezes lemos a Bíblia achando que vamos encontrar ali uma lista de pessoas com as qualidades dos "santos" do catolicismo, ou seja, super-espirituais, imunes ao pecado e coisas do tipo. Essas qualidades estão mais para os gurus orientais do que para os verdadeiros santos. Aliás, nas epístolas dos apóstolos aprendemos que "santos" são TODOS os que creem em Jesus como Salvador, que foram lavados pelo sangue do Cordeiro. A expressão "santo" significa simplesmente "separado", porque Deus os separou para si, e não pessoas que saem flutuando por aí e nunca cometem pecado algum.

Como é dito de Elias, todos os santos que vemos na Bíblia eram homens sujeitos às mesmas paixões que nós, e não é diferente com estes. "Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós" (Tg 5:17). Portanto eu não me surpreenderia se o texto dissesse explicitamente que Tito ou Crescente tivessem abandonado Paulo (o que não é o caso) pois eram humanos como nós.

Mas veja que a graça sempre está disponível, pois na mesma passagem Paulo fala de outro que o abandonou em um determinado momento de suas viagens missionárias. Ele pede a Lucas que traga consigo Marcos. Se você acompanhar a história de João Marcos (é deste que está falando, talvez o mesmo autor do evangelho) verá que ele já havia caído no erro. Ele era filho de Maria, em cuja casa a igreja congregava (At 12:12) e foi companheiro de Barnabé e Paulo em sua viagem missionária (At 12:25). Mais adiante aprendemos que João Marcos abandonou Paulo:

"Tendo Paulo e seus companheiros navegado de Pafos, foram a Perge na Panfília; João, porém, apartando-se deles, voltou a Jerusalém." (Atos 13:13).

Por esta razão Paulo se opôs a que ele voltasse a acompanhá-lo em uma outra viagem por causa de seu comportamento inadequado. Por isso Barnabé o leva consigo mas o relato de Atos deixa de ocupar-se com Barnabé e Marcos para ocupar-se apenas de Paulo e Silas:

"Barnabé queria levar consigo também João que tinha por sobrenome Marcos. Mas Paulo não achou justo levar consigo a quem os tinha deixado desde a Panfília e que não os tinha acompanhado no trabalho. Houve tal desavença que se separaram um do outro, e Barnabé, levando consigo a Marcos, navegou para Chipre. Mas Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu, encomendado pelos irmãos à graça do Senhor. Ele passou pela Síria e Cilícia, fortalecendo as igrejas." (Atos 15:37-41)

Porém nesta última carta a Timóteo Paulo pede que Lucas traga Marcos consigo, demonstrando assim que sua confiança e amizade haviam sido restauradas. Assim é a graça de Deus e é assim que também devemos tratar com graça para com nossos irmãos, restaurando nossa comunhão com eles quando dão provas de estarem arrependidos de seus erros.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana