As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Como Deus nos enxerga?



http://youtu.be/Dk79sW6bwDg

Pessoas com algum tipo de queimadura precisam ter suas escaras arrancadas para que a pele nova apareça. A pele nova já está lá, escondida, mas evitamos mexer nas escaras da velha pele porque dói. Assim somos nós também depois que cremos em Cristo: temos agora uma nova natureza que é perfeita como a nova pele sob as escaras, e é assim que Deus nos vê e é assim que nos deixará entrar na sua presença. Mas as feias escaras do velho homem ocultam esse novo homem e ao menos que sejam arrancadas continuaremos andando aqui como esses zumbis horríveis que somos no velho homem.




O primeiro passo para andarmos em novidade de vida é saber que estamos livres desse cadáver ambulante pela morte de Cristo. Daí em diante é um processo minuto a minuto de nos desvencilharmos dele considerando-o como ele verdadeiramente é visto por Deus: morto. "Desventurado homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor." (Rm 7:24-25). Só assim o que é novo, que já temos em Cristo e já nos pertence, pode vir à tona. Mas esse desvencilhar-se do velho homem para nos revestirmos no do novo também só é possível em Cristo e não no poder do velho homem ou da Lei.

Deus nos vê em Cristo e é esta nossa segurança. "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus." (Rm 8:1). "Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus." (Cl 3:3).

Gostei desta historinha que li e que indica que na presença de Deus você só entra se estiver muito bem acompanhado:

"Um poderoso rei senta-se em seu trono para julgar o povo. Auxiliado pelos guardas, seus súditos aguardam em longas filas por uma audiência com o rei. De repente as portas do salão se abrem de sopetão com grande ruído e todos olham para a entrada com a respiração em suspense. Surgem ali dois garotinhos, um está limpo e outro chora por estar coberto de lama. Resoluto, o garoto limpo agarra o outro e o arrasta pelo tapete vermelho em direção ao trono. Os guardas desembainham suas espadas esperando por um sinal do rei para se livrarem daqueles intrusos. Mas o rei levanta sua mão e seu rosto se abre em um sorriso. O primeiro garoto para diante do rei e puxa o sujo para mais perto de si, dizendo, 'Papai, este é meu amigo. Ele está machucado e com medo. Eu disse a ele que você poderia ajudá-lo'. O rei abre seus braços e abraça os dois garotos, sem se importar com a lama que suja suas vestes reais. Então olha para os olhos assustados do garoto enlameado e diz: 'Qualquer amigo de meu filho é bem vindo. Vou ajudar você". (traduzido e adaptado de "GotQuestions.org").

"Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto." Efésios 2:13

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana