As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Como identificar a voz do diabo?



http://youtu.be/K8HvkNrsCC0

Quando recebi seus últimos três e-mails fiquei realmente preocupado, pois no primeiro você perguntava se o Senhor (Jeová) do Antigo Testamento seria o mesmo deus Baal dos babilônicos, baseando-se no que você chamou de “correntes” que ensinam assim . Depois queria saber se Abraão era ladrão e se Deus era algo que nem ouso repetir aqui, porque um ateu lhe disse ser assim. Finalmente quis saber se Deus mandou Abraão fazer coisas erradas. Acho que você precisa de um “tutorial” de como identificar a voz do diabo.

A primeira vez que Satanás aparece na Bíblia ele vem travestido de serpente. A Bíblia diz que antes do pecado a serpente era o mais astuto dos animais, ou seja, mais inteligente que o porco, o polvo, o corvo, o golfinho e o elefante, este último considerado o mais inteligente. Talvez isto tenha feito Eva cair na conversa do diabo e se você aprender a identificar sua voz ficará livre de muitos erros.

“Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais. Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.” (Gn 3:1-5)

Repare que Satanás começa distorcendo o que Deus disse e colocando dúvidas na cabeça de Eva sobre a bondade de Deus. Segundo a pergunta de Satanás, Deus estaria privando Adão e Eva de comerem de todas as árvores. Mas a proibição era apenas para uma, e Eva esclarece isto, só que erra ao acrescentar  que Deus teria dito para nem tocar no fruto da árvore que estava no meio do jardim. Deus não disse isso, mas sempre que abrimos a guarda para dialogar com o inimigo nossa mente acaba pregando peças em nós.

Então vem o segundo ataque também no sentido de fazer Eva pensar que Deus não era bom e estava querendo privá-los de algo, neste caso de terem os olhos abertos para serem “como Deus, sabendo o bem e o mal”. Pronto, agora você já tem o primeiro tom da voz do diabo para saber reconhecê-la quando a ouvir. Ele sempre irá querer colocar em dúvida a bondade e justiça de Deus. O que fazer? Fuja de tudo e de todos os porta-vozes do diabo que lhe venham trazer a mais tênue ideia que coloque em dúvida a bondade de Deus.

Ao dar ouvidos às “correntes” que disse afirmar que Deus e Baal são a mesma coisa, e ao ateu que lhe disse que Abraão era ladrão e Deus ordenava a ele que praticasse o mal, você começou uma conversa com o diabo e abriu sua mente para ele enfiar nela um monte de dúvidas, tanto é que até me escreveu perguntando a respeito. Sei que argumentará que só estava querendo saber o que responder aos que trouxeram tal dúvida. Quer a resposta? A mais simples é esta: “Eu sei em quem tenho crido” (2 Tm 2:12). Se o ímpio que levanta essas questões quiser a resposta deve primeiro conhecer a Deus. Sem conhecê-lo não irá jamais entender. Mas se quiser mais, então medite nestas passagens:

“Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas” (1 Jo 1:5); “Deus é amor” (1 Jo 4:8); “O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam” (Sl 18:30); “Tu és santo [separado de pecado]” (Sl 22:3); “Deus, que não pode mentir” (Tt 1:2); “Deus é juiz justo” (Sl 57:11). Eu poderia continuar desfilando atributos de Deus como justiça, misericórdia, graça, compaixão, verdade, imutabilidade etc. mas acredito que estes sejam suficientes para você identificar a voz do diabo quando ele sussurrar direto em sua mente, ou por meio de um de seus ímpios emissários. Sua voz irá sempre insinuar que Deus é injusto e mau, e o simples fato de se ocupar com seus argumentos irá contaminar sua mente e gerar dúvidas.

Mas a voz do diabo também tem outras tonalidades. Uma delas irá causar confusão em sua mente e gerar sentimentos como amargura, inveja, vanglória, mentiras, espírito faccioso, hipocrisia, extremismos, exasperação, discórdia etc.  O remédio para isso está em Tiago 3:13-18 e 1 Coríntios 14:33:

“Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria. Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz... Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz”

Em outros momentos Satanás irá querer acusá-lo (ou fazer com que você fique acusando outros), pois ele é “o acusador de nossos irmãos” (Ap 12:10), mas geralmente isso é muito forte no sentido de fazer você duvidar de sua própria salvação, achando-se perdido e não merecedor do perdão de Deus e da restauração à comunhão.

Que não somos merecedores isto é fato, mas que Deus está pronto a perdoar todo aquele que se aproxima dele com um espírito contrito e quebrantado também é uma bendita verdade. Se você creu em Jesus como seu Salvador, tenha sempre em mente que “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8:1) e que o próprio Jesus assegurou, ao falar de suas ovelhas: “Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.” (Jo 10:29).

Voltamos assim a descansar nos atributos e na natureza de Deus, que não é a de um tirano que tenha prazer em condenar, mas de um Deus Salvador que deseja salvar. “Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva.” (Ez 33:11); “Todavia, eu ensinei a andar a Efraim; tomando-os pelos seus braços, mas não entenderam que eu os curava. Atraí-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para eles como os que tiram o jugo de sobre as suas queixadas, e lhes dei mantimento.” (Os 11:3-4).

A voz de Satanás também soa no sentido de incutir medo em seu coração, por isso é bom lembrar que “visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele [Cristo] participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo; e livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.” (Hb 2:14); “e é por Cristo que temos tal confiança em Deus; não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,” (2 Co 3:4-5); “segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor, no qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé nele.” (Ef 3:11-12).

E ainda que o inimigo sussurre pensamentos de pavor em nossos ouvidos se tivermos de passar pela morte física, o melhor é ter na ponta da língua o que Paulo escreveu inspirado pelo Espírito Santo: “Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte. Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.” (Fp 1:19-21).

Portanto, esteja pronto para identificar a voz do diabo de forma rápida, pois ela tentará injetar dúvidas em seu coração sobre a bondade de Deus, sua justiça, a imutabilidade de sua salvação ou até de sua direção no caminhar e provisão para suas necessidades nesta terra. Se Satanás tentou colocar dúvidas no coração do próprio Filho de Deus quando foi tentado no deserto, por que achar que ele não ficaria tentando fazer o mesmo conosco?

Lá ele tentou semear dúvidas na mente de Jesus: “Se tu és o Filho de Deus...” , disse o diabo levantando dúvidas sobre quem era o Senhor. Na mesma ocasião quis fazer o Senhor duvidar que o Pai lhe daria o suprimento, sugerindo que ele próprio transformasse pedras em pão, e finalmente tentou suborná-lo com todos os reinos do mundo para que Jesus deixasse de servir ao Pai e servisse o diabo.

Há ainda outras maneiras que o diabo usa para tentar nos tirar a paz, e uma delas é nos amedrontando com as notícias escabrosas dos telejornais sensacionalistas, que são produzidos com técnicas de manipulação para viciar seus espectadores. Alguém que se alimente deles irá viver preocupado e assustado com as perversões do mundo, o que lhe roubará a paz que o Senhor deseja dar. A Palavra de Deus ensina o que deveria ocupar nossos pensamentos, e certamente não são os crimes e aberrações desses telejornais que irão nos ajudar neste sentido:

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” (Cl 3:1-3).

Resumindo, a voz de Satanás pode ser facilmente identificada, pois ela:

  • ...colocará dúvidas em sua mente sobre a justiça, bondade e santidade de Deus;
  • ...irá insinuar que Deus quer privar você de ser feliz por permitir em sua vida situações dolorosas e impedir que você desfrute de certos prazeres ou de ter seus planos concretizados;
  • ...fará você duvidar de que Deus está pronto a lhe perdoar, mesmo quando você se arrepender e confessar seus pecados;
  • ...tentará fazer você se desesperar achando que Deus se esqueceu de você e não irá prover o suficiente para suas necessidades;
  • ... irá querer infundir o medo da morte em seu coração, mesmo que você creia no Senhor, que seus pecados foram todos pagos lá na cruz e que Deus lhe prometeu um lugar na glória;
  • ...irá encher sua mente de preocupações com notícias ruins para roubar a paz que tem em Cristo;

Portanto, concentre-se em ouvir a voz do Senhor para viver seguro e feliz em sua jornada aqui. E refute imediatamente qualquer voz diferente, sabendo que ela vem do inimigo de nossas almas, o diabo. Em João 10:3-5 temos princípios importantes: Primeiro, se você é ovelha do Pastor que é Jesus deve estar sempre atenta a ouvir sua voz. Esta é a voz que interessa e deve preencher seus ouvidos. Mas para ouvir a sua voz é preciso saber identificá-la, e para isso é preciso conhecê-la. Você só consegue reconhecer a voz de alguém passando muito tempo ouvindo essa pessoa falar, e é para isso que serve a leitura constante da Palavra de Deus: para conhecer a voz do bom Pastor.

“A este [Jesus] o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.” (Jo 10:3-5).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana