As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Nao existe perdao para quem duvida dos profetas?



http://youtu.be/xXL9JrbIw8Q

Ao tentar contestar minha afirmação de que não existem mais profetas como os que existiram no início da Igreja você cometeu vários equívocos. Talvez o mais grave tenha sido considerar que a revelação de Deus não esteja completa, ao dizer que muita coisa que Deus disse não está na Bíblia. Isso dá margem para que os modernos falsos profetas apresentem suas "revelações" ou "profetadas" como se fosse a Palavra de Deus. Em tom ameaçador você também escreveu que estou incorrendo no pecado sem perdão, ao duvidar que esses "profetas" modernos do meio pentecostal sejam inspirados pelo Espírito Santo. Para embasar sua afirmação você citou esta passagem:

“Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.” (Mt 12:31-32).

Servos perdem a salvacao?



http://youtu.be/U21oMHiUk98

Você mencionou a parábola do servo prudente em Mateus 24:45-51 e também dos talentos em Mateus 25:14-30 indagando como poderíamos afirmar que o crente não perde a salvação se nas duas parábolas Jesus está falando de servos e não de incrédulos e nelas os servos negligentes são lançados nas trevas exteriores. As passagens são estas:

Mais acessadas da semana