As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Satanas nao pode tocar no crente?



https://youtu.be/6IvwolmUb_E

Você viu uma frase motivacional, dessas que circulam nas redes sociais, que dizia: "'Filho, você não sabe quantas vezes o inimigo quis te destruir, mas tu és meu, e o que é meu ele não toca' - assinado Deus". A ideia de sermos imunes aos ataques de Satanás não bíblica, e o primeiro exemplo que me vem à mente é o de Jó, um homem temente a Deus que recebeu autorização de Deus para ser afligido por Satanás.

O autor da frase que você leu provavelmente tenha se baseado em 1 João 5:18, que diz: "Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca." Mas a passagem fala daquilo que é gerado por Deus, ou seja, da nova natureza que agora possui aquele que foi salvo. Esta realmente não pode ser de modo algum tocada ou influenciada pelo maligno pois é uma natureza que vem de Deus e nada tem a ver com a velha natureza que continua habitando em nós.

Essa nova natureza, que possuem apenas aqueles que creram em Jesus Cristo, em sua divindade e obra segundo as Escrituras, também é incapaz de pecar, tem suas orações que estejam em conformidade com a vontade de Deus ouvida, vence o mundo etc., como o próprio apóstolo João diz:

"Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o gerou também ama ao que dele é nascido...  Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé... Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida... E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve... Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca." (1 Jo 5:1-21).

Mas no sentido de nosso ser ainda neste corpo não ressuscitado e vivendo no mundo, é possível sim sermos afligidos pelo diabo, mas para isso ele precisará passar pelo céu e obter uma autorização de Deus, como foi no caso de Jó (veja Jó capítulos 1 e 2). O diabo peneirou a Pedro, por quem Cristo intercedeu, criou perseguições e dores aos apóstolos e certamente ainda hoje aflige os cristãos em todo o mundo. Todavia, mesmo em meio à mais feroz perseguição, dor física e sofrimento mental a nova natureza que temos em nós permanece intacta e não pode ser tocada pelo maligno.

Deus permitiu que Paulo recebesse algum tipo de aflição física para não se gloriar, portanto Satanás pode sim tocar o corpo do crente: "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar." (2 Co 12:7).

Paulo determinou que o transgressor de 1 Coríntios 5 fosse "entregue a Satanás para destruição da carne", o que significava que ele seria morto por Satanás embora seu espírito estaria salvo. "...seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus." (1 Co 5:5).

Portanto é preciso cuidado com frases motivacionais que parecem ter fundamento cristão, mas não têm. O objetivo delas é desacreditar a Palavra de Deus, pois quando achamos que elas são verdadeiras acabamos um dia nos decepcionando por não ter dado certo e acharemos que é a Palavra de Deus que está errada.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana