As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Como lidar com argumentos de Testemunhas de Jeova?



https://youtu.be/4Gu6nQIxvVs

Você disse que está tendo dificuldade para falar do evangelho a um amigo que está sendo influenciado por Testemunhas de Jeová, por isso me enviou uma lista dos argumentos desse seu amigo pedindo minha ajuda. Vou transcrever a lista de argumentos e meus comentários a seguir.

1) Números 23:19 - "... Deus não é homem nem filho do homem"

Seu amigo deveria ter citado a passagem inteira, pois o contexto é mais amplo. Ali diz: "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?"

Jesus sempre foi eternamente o Filho de Deus, mas não era e nunca foi homem até os tempos dos evangelhos, quando o Filho de Deus (que é Deus) se fez Homem. O foco da passagem de Números é a capacidade de mentir, a qual obviamente é inerente à humanidade caída. Tentar usá-la para referir-se a Cristo, Deus e Homem perfeito, é tirá-la de seu contexto. Jesus nunca mentiu e nem precisou se arrepender ou retirar o que disse. Quando ele questionou os fariseus estes ficaram sem resposta: "Quem dentre vós me convence de pecado?" (Jo 8:46).

2) Mesmo sendo "filho de Deus" Jesus nasceu humano.

Jesus não nasceu como qualquer ser humano costuma nascer, mas "veio em carne", o que implica que tinha pré-existência. Nós somos criados na forma de seres vivos com um corpo de carne no momento em que somos gerados no ventre de nossa mãe, e depois de alguns meses nascemos. Jesus já existia desde a eternidade, e seu corpo humano foi gerado pelo Espírito Santo no ventre da virgem para que ele pudesse ter um corpo humano de carne. Os Testemunhas de Jeová podem ser classificados como anticristos por negarem que Jesus veio em carne, isto é, que tinha pré-existência como Deus que é. Não sou eu quem afirma que são anticristos, é João quem o faz:

"Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo... Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo." (1 Jo 4:2-3; 2 Jo 1:7).

Paulo deixa claro que Jesus não veio como um homem comum em Gálatas 1:1: "Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos)...". Uma tradução literal seria "Não da parte de homens ou através de homem".

3) Jesus foi tentado por Satanás (Mateus 4)

Jesus não foi tentado no sentido da tentação que recebemos, pois era impossível que ele fosse tentado pelo pecado ou pelo diabo do modo como somos. Ele foi "provado" ou "testado" no sentido de comprovar que era quem ele afirmava ser, ou seja, o Filho de Deus puro e sem pecado (sem a natureza pecaminosa que todos nós herdamos de Adão). Se ele tivesse a natureza pecadora que temos iria precisar de um Salvador para si mesmo e não poderia ser o Cordeiro de Deus.

"Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado" (Hb 4:15) [trad. alternativa: à parte o pecado].

4) Satanás também e filho de Deus (Jó 1:6 e 7)

Sim, pois ele foi criado por Deus, como também Adão é chamado filho de Deus e hoje os salvos por Cristo também o são. Mas Jesus é Filho Eterno porque é uma condição que já tinha antes de vir ao mundo. Deus ENVIOU o seu Filho ao mundo porque já era Filho na eternidade, e não o fez filho quando chegou ao mundo. Ele foi enviado no caráter que sempre possuiu.

"O que era desde o princípio [eternidade], o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida (Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo... E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo." (1 Jo 1:1-3; 1 Jo 4:14)

5) Deus não pode ser provado (Tiago 1:13)

Não pode mesmo, pois o sentido de Tiago é o da tentação que encontra resposta na natureza pecaminosa que temos. Jesus nasceu sem a natureza caída que possuímos e foi gerado pelo Espírito Santo no ventre da virgem, algo inusitado em todos os sentidos. A entrada do Filho de Deus no mundo, mesmo vindo em carne, não poderia ser igual ao nascimento convencional de um pecador. Se colocar o contexto do versículo verá:

"Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscênciaDepois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." (Tg 1:14-15)

6) Jesus foi batizado por João Batista (Mateus 3:16)

Sim, em um ato solidário para com os que estavam sendo batizados, pois o batismo de João Batista era para arrependimento e Jesus não tinha nada de que se arrepender. O sentido do que ele fez é o mesmo de uma mãe que rapa a cabeça para ficar parecida com a filha que está fazendo quimioterapia. O próprio João Batista se surpreendeu de seu desejo de ser batizado, mas ele deixou claro a razão:

"Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu. E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele. E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo." (Mt 3:15-16)

Se reparar verá que a passagem mostra a Trindade numa mesma cena: Jesus sai da água, o Espírito Santo vem sobre ele como uma pomba e a voz do Pai é ouvida dos céus.

7) Por que Deus enviaria a a si mesmo para morrer e ser ressuscitado?

Deus não se enviou a si mesmo. O Pai enviou o Filho (e não o Espírito Santo) para vir em carne porque o pecado só poderia ser resolvido por um sacrifício de sangue como era prefigurado pelos sacrifícios do Antigo Testamento. Esse mesmo HOMEM que hoje está ressuscitado em um corpo de carne e ossos (algo que os Testemunhas de Jeová negam) virá outra vez para julgar, e aí os homens pecadores impenitentes serão julgados, não por um Deus que nunca soube o que é andar neste mundo, mas pelo Filho do Homem, que é Deus, mas também é HOMEM. Assim como o pecado entrou na Criação por um homem, a salvação só pode ser obtida pela fé em um único HOMEM, e a condenação será lavrada por um juiz justo e na condição de HOMEM.

"Mas não é assim o dom gratuito como a ofensa. Porque, se pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça de Deus, e o dom pela graça, que é de um só homem, Jesus Cristo, abundou sobre muitos." (Rm 5:15) 

"Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem." (1 Tm 2:5)

"E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna." (1 Jo 5:20)

"Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino... Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos... E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos." (2 Tm 4:1, 5; At 10:42)

8) Jesus teve medo (Mateus 26:42)

Sim, porque homens sentem medo e ele temeu o que estava diante de si: ser feito pecado na cruz e suportar o juízo eterno nas três horas de trevas. Ele não só sentiu medo, como também sede (João 19:28), fome (Mateus 4:2), cansaço (João 4:6), etc. Embora sendo perfeitamente divino, ele também era perfeitamente humano.

"[Jesus] sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai." (Fp 2:6-11)

Mais sobre a divindade e a Trindade nos links abaixo:

http://www.respondi.com.br/2012/06/jeova-seria-o-pai-de-jesus.html
http://www.respondi.com.br/2012/06/como-pode-jesus-ter-sido-jeova.html
http://www.respondi.com.br/2012/04/cristo-e-deus.html
http://www.respondi.com.br/2012/09/jesus-e-uma-das-manifestacoes-de-deus_7.html
http://www.respondi.com.br/2012/04/jesus-se-tornou-filho-de-deus-ao-nascer.html
http://www.respondi.com.br/2012/02/como-pode-o-espirito-santo-habitar-no.html
http://www.respondi.com.br/2012/01/se-jesus-e-deus-imutavel-como-mudou.html
http://www.respondi.com.br/2014/03/podemos-entender-trindade.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-trindade.html
http://www.respondi.com.br/2010/05/cada-pessoa-da-trindade-e-deus.html
http://manjarcelestial.blogspot.com/2013/01/das-escrituras-eu-aprendo-que-por-j-n.html
http://escritosdolemao.blogspot.com.br/2016/03/alguns-pensamentossobre-tres-pessoas-da.html


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana