As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

O que esse rabino diz no video esta correto?



https://youtu.be/5fsNfcMiS5o

O que o rabino diz não vem ao caso, porque recebo sempre vídeos de rabinos e perguntas de pessoas que viram o religioso judeu dizer algo e acharam que, por ser um rabino judeu, ele deveria entender alguma coisa das Escrituras. Que parte da palavra "cegueira" e "endurecimento" você não entendeu? Por que você acha que por ser rabino ele terá algum discernimento da Palavra de Deus? Ele pode conhecer história, arqueologia, hebraico, costumes, etc. mas seu discernimento das Escrituras é zero. ZERO!

É mais provável a jumenta de Balaão entender o que Deus quis dizer nas Escrituras do que um judeu que se recusa a crer em Jesus como Salvador. E não sou eu quem diz que o judeu está cego e endurecido em seu entendimento de Deus. É a mesma Escritura que os judeus tanto prezam e nem percebem que Deus avisou que seria assim. Seus próprios profetas escreveram que os judeus não fariam caso do Cristo que surgiria entre eles:

"Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do Senhor? Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum." (Is 53:1-3).

O mesmo profeta Isaías recebeu de Deus a ordem de profetizar contra seu próprio povo avisando-os de que ficariam cegos e surdos para compreenderem as Escrituras:

"Então disse ele: Vai, e dize a este povo: Ouvis, de fato, e não entendeis, e vedes, em verdade, mas não percebeis. Engorda o coração deste povo, e faze-lhe pesados os ouvidos, e fecha-lhe os olhos; para que ele não veja com os seus olhos, e não ouça com os seus ouvidos, nem entenda com o seu coração, nem se converta e seja sarado." (Is 6:9-10).

Então não perca seu tempo com esses vídeos e com o que os rabinos dizem, a menos que seja algum convertido a Cristo. Porque a Palavra de Deus diz que Deus mesmo lhes cegou o entendimento. Depois seria a vez do próprio Messias, Jesus, o Cristo, repetir as palavras dos profetas do passado:

"Senhor, quem creu na nossa pregação? E a quem foi relevado o braço do Senhor? Por isso não podiam crer, pelo que Isaías disse outra vez: Cegou-lhes os olhos e endureceu-lhes o coração, a fim de que não vejam com os olhos, e compreendam no coração, e se convertam, e eu os cure" (Jo 12:37-40)

Isaías também falou dessa cegueira espiritual que viria sobre esse povo, quando escreveu:

"Porque o Senhor derramou sobre vós um espírito de profundo sono, e fechou os vossos olhos, vendou os profetas, e os vossos principais videntes. Por isso toda a visão vos é como as palavras de um livro selado que se dá ao que sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele dirá: Não posso, porque está selado. Ou dá-se o livro ao que não sabe ler, dizendo: Lê isto, peço-te; e ele dirá: Não sei ler. Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído; Portanto eis que continuarei a fazer uma obra maravilhosa no meio deste povo, uma obra maravilhosa e um assombro; porque a sabedoria dos seus sábios perecerá, e o entendimento dos seus prudentes se esconderá." (Is 29:10-14).

O apóstolo Paulo recorre aos mesmos profetas quando escreve:

"Pois quê? O que Israel buscava não o alcançou; mas os eleitos o alcançaram, e os outros foram endurecidos. Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje. E Davi diz: Torne-se-lhes a sua mesa em laço, e em armadilha, E em tropeço, por sua retribuição; escureçam-se-lhes os olhos para não verem, E encurvem-se-lhes continuamente as costas." (Rm 11:7-10).

Ele estava citando o Salmo 69 e você ganha um doce se descobrir por causa de terem rejeitado a QUEM que os judeus ficaram nessa condição de cegueira espiritual:

"Afrontas me quebrantaram o coração, e estou fraquíssimo; esperei por alguém que tivesse compaixão, mas não houve nenhum; e por consoladores, mas não os achei. Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre. Torne-se-lhes a sua mesa diante deles em laço, e a prosperidade em armadilha. Escureçam-se-lhes os seus olhos, para que não vejam, e faze com que os seus lombos tremam constantemente. Derrama sobre eles a tua indignação, e prenda-os o ardor da tua ira. Fique desolado o seu palácio; e não haja quem habite nas suas tendas. Pois perseguem àquele a quem feriste, e conversam sobre a dor daqueles a quem chagaste. Acrescenta iniquidade à iniquidade deles, e não entrem na tua justiça. Sejam riscados do livro dos vivos, e não sejam inscritos com os justos." (Sl 69:20-28)

Se não descobriu, aqui vai a dica: "Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede. Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissope, lha chegaram à boca. E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito. Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados." (Jo 19:28-31).

Esta passagem também revela a incoerência do judeu religioso: por um lado, não apenas negam água a seu Messias moribundo, dando vinagre para aumentar sua sede, e por outro se preocupam em tirar logo os corpos de Jesus e dos dois malfeitores de suas cruzes em sinal de respeito para com o sábado, quando não seria permitido pela Lei mosaica fazerem aquele trabalho.

Felizmente para Israel essa cegueira e endurecimento tem prazo de validade. A Igreja, o corpo de Cristo formado na terra desde sua rejeição pelos judeus, poderá ser tirada daqui a qualquer momento, e então um pequeno remanescente de judeus que nunca tinham ouvido o evangelho irá descobrir que o Messias já tinha estado entre eles, tendo sido rejeitado, morto e ressuscitado. A verdade brilhará para eles ao ponto de enfrentarem todos os obstáculos possíveis para levarem essa mensagem, alguns pagando com a própria vida para isso. Sete anos mais tarde Cristo voltará em glória com os santos arrebatados antes para reinar, e aí os judeus todos o verão: "Verão aquele que traspassaram" (Jo 9:37). Paulo fala desse "endurecimento em parte" ou por algum tempo:

"Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado." (Rm 11:25).

Portanto, esqueça recorrer a judeus, rabinos ou não, para entender as Escrituras porque você vai ficar na mesma cegueira na qual eles têm estado mergulhados nos últimos dois mil anos por determinação do próprio Deus. Concentre-se em Cristo, que á a consumação de todas as profecias do Antigo Testamento, e nos apóstolos e profetas que ele mesmo escolheu para nos legar o Novo Testamento.

"Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas." (Hb 1:1-3)

O mais simples, humilde e analfabeto crente em Jesus conhece melhor as Escrituras do que o mais dotado, ilustre e letrado rabino judeu. Foi assim quando Jesus esteve aqui, e continua sendo assim hoje.

"Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve." (Mt 11:25-26).

"Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a inteligência dos inteligentes. Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria; mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus. Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens. Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele. Mas vós sois dele, em Jesus Cristo, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção; para que, como está escrito: Aquele que se gloria glorie-se no Senhor." (1 Co 1:18-31).

"Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; a qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória." (1 Co 2:6-8).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana