As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

Qual versao da Biblia voce usa em suas mensagens?



https://youtu.be/oHPdqnuS3pI

Nas respostas para dúvidas sobre a Bíblia, que dou no "O que respondi", uso a Versão Almeida Corrigida Fiel (ACF), que é muito parecida com a Almeida Revista e Corrigida (ARC), e eventualmente uso a Almeida Revista e Atualizada (ARA). Mas no "Evangelho em 3 Minutos" utilizo principalmente a Nova Versão Internacional (NVI), mas às vezes preciso criar uma versão híbrida com a Almeida Revista e Corrigida (ARC) e a Almeida Atualizada (ARA).

Faço isso porque "O que respondi" é mais voltado para quem já conhece a Bíblia e a fé em Jesus, enquanto "O Evangelho em 3 Minutos" é mais evangelístico, narrado para pessoas que ainda não têm familiaridade com o texto bíblico. A linguagem mais rebuscada e os pronomes e conjugações menos usuais — como "vós sois" — das versões ACF, ARC e ARA podem dificultar o entendimento de um neófito. Mas sempre comparo a passagem da NVI com a ACF, ARC ou ARA e altero se precisar, porque a NVI não é confiável em alguns aspectos.

Por exemplo, há passagens em que os tradutores não se contentaram em traduzir e decidiram "explicar" o texto. Considerando que na equipe de tradução nem sempre todos são verdadeiramente convertidos a Cristo, é grande o risco de se cometer erros graves. Digo que nem sempre são convertidos porque trabalham nelas tradutores contratados. Ao contrário do que acontecia no passado, quando ser um cristão fiel a Deus fazia parte do critério na escolha de tradutores (procure saber a história da Bíblia King James), hoje o enfoque de algumas sociedades bíblicas está mais na capacidade técnica do profissional.

Isso só tende a piorar, porque com a onda do "politicamente correto" algum ateu que fosse exímio conhecedor de línguas antigas poderia se achar discriminado caso a sociedade bíblica rejeitasse seus serviços por critério de confissão religiosa.

No site de uma organização mundial que traduz a Bíblia para diversos idiomas você encontra oportunidades para tradutores, porém a única qualificação exigida é que sejam formados e de preferência com alguma experiência em diferentes culturas. Nada é dito sobre ser um crente em Jesus para evitar protestos de discriminação. Afinal, segundo o ponto de vista humano, por que um bom tradutor ateu, budista ou muçulmano não poderia traduzir a Bíblia? Quem trabalha com tradução de textos cristãos saberá responder.

Apenas para você ter uma ideia da falta de critérios à qual estou me referindo, veja duas afirmações feitas por membros da equipe de tradutores da Nova Versão Internacional inglesa, a NIV:

"Não existe nada no Antigo Testamento que corresponda ao homossexualismo como nós hoje o entendemos" - Dr. Marten Woudstra, Chairman do Comitê de Antigo Testamento da NIV.

"Minha homossexualidade sempre fez parte integrante de mim" - Dr. Virginia Mollenkott, Crítica Literária da equipe de tradutores da NIV.

Veja um exemplo de distorção de um texto (existem muitos outros) na tradução comparando o que diz a ACF com a NVI.  A versão Almeida Corrigida Fiel (ACF) diz:

"Ora, O HOMEM NATURAL não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas O QUE É ESPIRITUAL discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a CARNAIS, como a meninos em Cristo." (1 Co 2:14-16; 3:1).

O texto fala claramente de três classes de pessoas: O HOMEM NATURAL, chamado às vezes de "carne", "velha natureza" ou "velho homem", descendente de Adão, o HOMEM ESPIRITUAL, que nasceu de novo, creu em Jesus e foi selado com o Espírito Santo, e o HOMEM CARNAL, que é o salvo que age na energia do velho homem ou carne.

Muitos tradutores e até mesmo teólogos católicos e protestantes não entendem isso porque não entendem as duas naturezas existentes no crente em Cristo. Para eles, após a conversão precisamos melhorar aquilo que sempre fomos, ou seja, o homem descendente de Adão. Isso seria maquiar um morto, porque Efésios 2 ensina claramente que essa era a condição do crente quando ainda era incrédulo. E as cartas aos Romanos e Gálatas explicam como nosso velho homem foi morto na cruz em Cristo, colocando Deus ali um fim à raça adâmica.

Na versão NVI a passagem de 1 Coríntios 2:14-16 e 3:1 é praticamente a mesma, exceto por uma importante corrupção do versículo 14, que aparece assim: "Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente."  O tradutor substituiu "homem natural" por "quem não tem o Espírito", provavelmente por não entender que o homem natural já é, por natureza, desprovido do Espírito de Deus, enquanto o salvo por Cristo tem o Espírito da promessa com o qual foi selado quando creu.

Dizer que "quem não tem o Espírito de Deus não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus" acaba implicando que os CARNAIS de 1 Co 3:1 não teriam o Espírito Santo, o que não é correto. Uma pessoa salva por Cristo, que possui o Espírito de Deus, ainda assim pode não aceitar "as coisas que vêm do Espírito de Deus" e achar que são loucura. Sempre que você encontrar um irmão em Cristo e mostrar a ele uma passagem clara da doutrina dos apóstolos e ele argumentar contra, provavelmente é alguém que tem o Espírito Santo, porém está se valendo de um entendimento carnal fundamentado em religião, filosofia, arqueologia, sociologia, costumes etc., coisas estas criadas pelo homem natural e para o homem natural.

Portanto, uso no "Evangelho em 3 Minutos" a NVI apenas por sua linguagem ser mais moderna e casual, porém sempre altero o texto quando percebo que foge ao padrão de versões tradicionais e mais confiáveis como a Almeida, King James, Darby etc.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana