As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

Como o arrebatamento pode ser secreto com tanto barulho?

Você disse que viu um vídeo onde o autor alega que o arrebatamento da igreja não poderá ser secreto, considerando todo o barulho que está envolvido na passagem que o descreve. Em 1 Tessalonicenses diz que Jesus descerá com grande alarido, voz de arcanjo e trombeta de Deus, o que deve causar um grande alarde em todo o mundo.

O autor do vídeo está equivocado porque se esquece de que existem diferentes esferas onde as coisas sempre aconteceram. Enquanto vivemos na terra, existe toda uma esfera cheia de atividades nas regiões celestiais, as quais não podemos ver e nem ouvir, salvo em algumas situações muito especiais que foram descritas na Bíblia, como aconteceu na transfiguração do Senhor no monte. Essas ocasiões são como frestas que permitiram a alguns enxergar o mundo espiritual.

Um bom exemplo disso é o capítulo 10 de Daniel, quando este descreve a visão que teve e seus amigos não tiveram, e também de como soube que uma guerra foi travada nos lugares celestiais por vinte e um dias sem que ninguém no mundo percebesse isso. Sugiro que leia o capítulo 10 de Daniel para melhor compreender como essas coisas acontecem. Do mesmo modo, o arrebatamento será um evento que terá a ver apenas com os interessados nele, e não com a humanidade em geral. Vamos à passagem:

"Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor." (1 Ts 4:16-17).

O "alarido" da versão Almeida Corrigida aparece na versão de J. N. Darby como "assembling shout", que é praticamente a mesma expressão da versão Almeida Atualizada, ou "palavra de ordem". A expressão tem a ver com o brado dado pelo comandante para seus soldados se ajuntarem para uma batalha, portanto nada tem de público nesse brado. Ele é dirigido apenas aos que estão submissos ao comandante e ao seu comando. William Kelly comenta:

"Ele deve descer do céu com "um brado de comando". A palavra empregada restringe-se a esta passagem no Novo Testamento, e daí o peso especial que carrega. Fora das escrituras ela é usada para o comando dado por um general aos seus soldados, ou de um almirante para seus marinheiros, ou às vezes de uma forma mais genérica aos gritos para incitar coragem nos soldados.

Parece mais apropriado que uma palavra de comando seja restrita àqueles que estejam em um relacionamento próximo. Não existe aqui qualquer indício de ser um brado para o mundo, para os homens em geral escutarem. Aqui é para o povo do Senhor se juntar ao Senhor nas alturas. A expressão "com a voz do arcanjo" introduz a mais elevada glória das criaturas celestiais a serviço do Senhor nessa ocasião transcendente. Se os anjos agora ministram em favor dos santos, como sabemos que também ministraram ao Senhor, quão apropriado é escutar "a voz do arcanjo" quando eles se reunirem em torno do Senhor! Tampouco poderia a "trombeta de Deus" ficar silenciosa em um momento assim, quando tudo o que existe de mortal no homem, dentre os que pertencem ao Senhor, será tragada pela vida na presença de Cristo."

Para mim fica tudo muito claro que isso estará acontecendo na esfera celestial, não na terra, mesmo porque a passagem não diz que Jesus voltará à terra, mas sim que os salvos ressuscitados e transformados é que subirão para se encontrar com ele entre nuvens. Como isso acontece em um piscar de olhos ou fração mínima de tempo, obviamente qualquer cidadão da terra não verá acontecer. Enquanto isso estiver acontecendo os habitantes da terra estarão olhando para as coisas da terra como sempre estiveram. Aqueles que nunca tiveram qualquer interesse em escutar as coisas vindas do céu pela Palavra de nosso Deus serão privados também de ouvir qualquer coisa dessa esfera à qual pertencem aqueles que são do céu.

Daí a ideia de que o arrebatamento será secreto, ou seja, privativo e apenas visível e audível aos seus participantes. Como esses casamentos que são públicos, porém seguidos de uma recepção e festa restrita a alguns convidados que receberam um convite diferenciado contendo um RSVP, abreviatura do francês "Répondez S'il Vous Plaît", que significa "Responda por favor". No caso do evangelho o convite foi enviado a todos, mas nem todos atenderam ao RSVP, por isso não farão nem ideia de como foi a festa reservada.

Veja também:
http://www.respondi.com.br/2010/06/o-arrebatamento-sera-audivel-e-visivel.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana