As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

Por que nao transmitir as reunioes em video?



https://youtu.be/-Iwz-Yh8p20

A dúvida é por que não transmitir as reuniões da assembleia em vídeo online ou gravá-las para serem assistidas depois. Antigamente não estava muito claro para mim por que não poderíamos colocar uma câmera nas reuniões de assembleia e conectá-la à Internet para que irmãos de localidades onde não exista uma assembleia reunida pudessem participar, ao menos para ouvir o ministério.

No meu pensamento eu achava que, se gravamos as reuniões da assembleia em áudio, por que não também em vídeo? Isso foi até eu receber a cópia do email de um irmão de Fortaleza respondendo a uma irmã interessada em congregar e que perguntou a mesma coisa. Ele escreveu:

"Ao fazer uso de vídeos e teleconferências correríamos o risco de, ao nos reunirmos para adorar ao Senhor, passarmos a ter em mente que estaríamos apresentando algo a alguém. Então, deixaríamos de ter Cristo como centro e passaríamos a ter a apresentação do vídeo aos outros como o foco central da reunião de adoração".

Ficou mais claro para mim, pois as reuniões da assembleia têm um caráter solene que não pode ser repetido em fotos ou vídeos. O Senhor prometeu estar no meio físico, e não virtual, de dois ou três reunidos em seu nome, e fazer a imagem daquilo extrapolar o espaço do "cenáculo mobilado" (Lc 22:12) não deve ter sido a intenção do Senhor, quando quis ter um encontro de intimidade com os que eram seus. Qualquer um percebe que numa reunião onde exista um camera man gravando a preocupação com a aparência será maior e a distração também.

Aqui é preciso esclarecer que as reuniões da assembleia são principalmente aquelas de Deus para os irmãos e dos irmãos para Deus, ou seja, para receber de Deus o ensino da Palavra, ou para dirigir a Deus nossas orações ou o nosso louvor e adoração. Uma pregação do evangelho dirigida principalmente a incrédulo não se classifica como uma reunião da assembleia.

Por isso eu já não vejo problema quando se trata de pregar o evangelho ou mesmo apresentar um estudo da Palavra, porque aí é uma atividade individual de um para muitos, e o ministrante, embora em sujeição ao Espírito, não está ocupado com a presença do Senhor no meio, como é o caso na reunião da assembleia, mas sim com a mensagem que pretende transmitir.

Quando estamos congregados em nome do Senhor é o Espírito quem nos congrega para Cristo. Não há um homem à frente dirigindo as reuniões. Estamos ali para recordar a Cristo, anunciar sua morte e adorar a Deus (ceia do Senhor), para orar a Deus (reunião de oração) ou para aprender de Deus (reunião de ministério da Palavra).

Quando algum irmão prega o evangelho, é ele quem decide qual hino cantar, faz a oração, escolhe a passagem etc. e seu foco é atingir as mentes e corações dos incrédulos que foram convidados para o evento. Quando dirige uma palavra de exortação, consolação ou edificação, também não o faz no caráter de uma reunião da assembleia, na qual falam dois ou três profetas e os outros julgam. Daí eu não ter problemas em fazer, por exemplo, estudos informais online com outros irmãos, ou gravar e publicar os vídeos de "Evangelho em 3 minutos" e "O que respondi".

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana