As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Nada é impossível ao que crê?



https://youtu.be/d0umxmWnJ0k

[leitora] Se você não acredita que pela fé podemos ser curados, o que você me diz de Mateus 17.14-27, em que Jesus nos incita a ter Fé como um Grão de Mostarda e nos afirma que "Nada vos será impossível"?

Sim, eu acredito que uma pessoa possa ser curada pela fé, mas não no mesmo sentido de quando o Senhor disse essas palavras aos seus discípulos, que eram israelitas e que, a princípio, estavam diante de seu Messias e Rei. Os cristãos não são israelitas e não têm a Jesus como Messias e nem como Rei (Ele é Rei para Israel).

A cura que você encontra nos evangelhos e depois em Atos como sinal, primeiro de que Cristo era quem Ele dizia ser, e depois que a igreja era a obra que Deus estava fazendo, você não encontra hoje. Veja isto:

"E até das cidades circunvizinhas concorria muita gente a Jerusalém, conduzindo enfermos e atormentados de espíritos imundos; os quais eram TODOS curados. Atos 5:16
Percebeu? TODOS eram curados, não um ou dois. Obviamente você não verá isto acontecer hoje mesmo porque não há mais necessidade de Deus fazer isso. Os sinais e curas eram para provar que aquilo (a igreja e o evangelho) eram algo de novo que Deus estava fazendo entre os judeus.

"Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria" 1 Co 1:22

O versículo que citou, de que nada nos é impossível, não deve ser lido isolado, mas no contexto todo do pensamento de Deus, e uma boa idéia é ler isto:

"E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, SEGUNDO A SUA VONTADE, ele nos ouve." 1 João 5:14

O grande segredo do pedir com fé é conhecer de antemão a vontade de Deus, o que só é possível com comunhão e conhecendo Sua Palavra (que são os Seus pensamentos e Sua forma de agir). Uma criança pequena, a quem o pai disse que ela pode escolher o que quiser de aniversário, pode até pedir um submarino atômico, mas se conhecer melhor seu pai vai saber pedir algo que também esteja de acordo com a vontade de seu pai.

As curas que vemos nos evangelhos e nos livros de Atos, que Deus operou com um objetivo muito definido de mostrar o Seu poder na apresentação de Cristo ao mundo e, mais tarde, na apresentação da Igreja aos judeus, não teriam razão de ser nos dias de hoje, principalmente quando vemos que eram curar realmente maravilhosas. Se alguém não tinha uma perna (aleijado), essa perna aparecia, ou o olho ao cego.

Era o mesmo Deus que um dia abriu o Mar Vermelho Quem estava fazendo esses sinais com um propósito especial. Ninguém pode esperar que Deus continue abrindo o mar no dia de hoje para passarmos de um lado para outro, ou que faça descer fogo do céu para consumir falsos profetas, ou ainda que ressuscite uma multidão de mortos como aconteceu quando o Senhor morreu na cruz.

Se não entendermos isso (os tempos e as estações), seremos presa fácil dos curandeiros da TV que prometem o impossível e levam muitos ao desespero e frustração. Conheço uma pessoa cujo pai faleceu de câncer, apesar de freqüentar uma determinada "igreja" onde a cura é a locomotiva de suas práticas. Após a morte, a "pastora" do lugar foi dizer à viúva que seu marido tinha morrido de câncer porque sua fé era pequena. Se tivesse fé genuína não teria morrido.

Mais acessadas da semana