As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Devo participar de abaixo assinado contra filme?



https://youtu.be/5wNF6jRjRM8

Você pergunta o que deve fazer com o e-mail que recebeu denunciando um suposto filme blasfemo contra a Pessoa do Senhor Jesus, intitulado "Corpus Christi", e se deve atender o pedido do e-mail que diz para colocar seu nome no abaixo assinado para proibir a exibição do filme no Brasil, além de enviar cópias para toda a sua lista de contatos.

Já recebi o e-mail duas vezes este mês e algumas vezes no passado. Bem, para começar o e-mail é mais uma lenda da Internet, essas correntes que começam e nunca mais acabam. É tão velho quanto a Internet e de vez em quando reaparece. Embora tenha existido uma peça nos EUA há muitos anos com o mesmo enredo, ela nunca decolou e tampouco virou filme. O e-mail que vem na mensagem dizendo para onde devem ser envidas as assinaturas quando completarem 500 é de uma conta cancelada. Enfim, é tudo mentira e quem está se dando ao trabalho de enviar para seus contatos está caindo no conto do filme.

Mas vamos supor que fosse verdade e que realmente estivesse para ser lançado o tal filme. Se eu fizesse um filme assim adoraria que as pessoas fizessem esse protesto, porque muitos que nunca iriam ouvir falar do filme acabariam ficando sabendo e ficariam curiosos a respeito. Propaganda negativa também é propaganda e há casos em que a empresa que lança um produto espera que exista uma propaganda negativa para seu produto ir parar na mídia. Até hoje não ficou claro se a história da pirataria do filme Tropa de Elite foi real ou um golpe de propaganda, porque saiu nos jornais do mundo todo como o filme que já tinha sido pirateado bem antes de ser lançado.

Eu não passaria adiante esta mensagem porque estaria contribuindo para divulgar o filme. Eu mesmo nunca tinha ouvido falar até começar a receber este tipo de e-mail. A ocupação com o mal pode causar até uma certa adrenalina no crente, mas não lhe traz bem algum. Devemos nos ocupar com as coisas do alto, onde Cristo vive.

Sugestão: deixe de se preocupar com o mal, ainda que sob o pretexto de combatê-lo, como aqueles que ficam procurando coisas em filmes do Walt Disney, He Man, tocando músicas da Xuxa ao contrário e coisas semelhantes. Muitos pregadores por aí vivem procurando chifre em cabeça de cavalo e pelo em ovo para fazer alarde de suas descobertas. Com isso acabam simplesmente despertando a curiosidade das pessoas e fazendo com que elas corram para cinemas ou locadoras para pegar o dvd ou tocar músicas ao contrário só para conferir se é mesmo coisa do Diabo. A Disney e outros produtores de filmes e músicas deviam pagar uma comissão a esses pregadores.

Você vai encontrar o mal em qualquer coisa que exista no mundo, porque aqui não é o céu, é o mundo! Oras, o mundo jáz no maligno, o dinheiro que usamos é sujo, a arquitetura, a moda, a indústria, o entretenimento, tudo isso é parte de um mundo que foi construído pouco a pouco pelos descendentes de Caim. Não cabe ao cristão endireitar o mundo porque o mundo jaz no maligno e está reservado para o fogo. Cabe ao cristão pregar o evangelho e conquistar almas para Cristo. Se soubesse que o navio está afundando, você tentaria pintar o navio de uma cor mais bonita ou correria salvar os que estão afundando com ele? Abraão viveu peregrino na terra prometida, enquanto seu sobrinho Ló tentava ser alguém em Sodoma (assentava-se à porta com os juízes da cidade) e fazer de Sodoma um lugar melhor para se viver. Deu no que deu.

O jeito é nos ocuparmos com Cristo, porque é melhor ocupar sua mente com o bem do que com o mal, ainda que seja com a intenção de combatê-lo. A ordem é se afastar do mal, não ficar se ocupando com ele. É comum recém convertidos se apegarem com muita força a questões assim por um zelo excessivo. Quando acabamos de nos converter, às vezes sem querer acabamos "cozinhando o cabrito no leite da mãe", (Dt 14:21), ou seja, usando algo que foi designado para alimentar como instrumento de morte. É o que às vezes fazemos batendo com a Bíblia na cabeça das pessoas (não literalmente, claro). Há muitos cristãos que fazem isso, empunhando sua fé como quem empunha uma metralhadora. Acham que estão em uma guerra santa e devem expulsar os infiéis. Quando são presos ou processados por essa violência religiosa, colocam-se no papel de mártires e passam a se comparar aos apóstolos.

Acabo de saber de uma igreja batista nos EUA que foi processada e deve pagar 10 milhões de dólares em indenização por difamação e danos morais à família de um soldado morto no Iraque. O pessoal dessa igreja tem o péssimo hábito de comparecer a funerais de soldados com o seguinte raciocínio: "Porque os EUA aceitam homossexuais nas Forças Armadas, então Deus rejeitou os EUA e os soldados norte-americanos que morrem vão para o inferno, porque Deus está castigando as Forças Armadas". O problema é que, além de acreditar nessa bobagem, eles vão aos funerais com cartazes dizendo "Você vai para o inferno", "Deus odeia homossexuais" e coisas do tipo. Já pensou para um pai ou uma mãe ter de aguentar isso no funeral de um filho?

Uma ocupação excessiva com o mal certamente não vem de Deus. Este mundo não é o lar do cristão, é o território de Satanás, que domina aqui ("o príncipe deste mundo"). Ninguém vai consertar o mundo antes que o Senhor volte para dar um jeito nele.

"Ninguém vos engane com palavras vãs... não sejais participantes com eles...; andai como filhos da luz (pois o fruto da luz está em toda a bondade, e justiça e verdade), provando o que é agradável ao Senhor; e não vos associeis às obras infrutuosas das trevas, antes, porém, condenai-as; porque as coisas feitas por eles em oculto, até o dizê-las é vergonhoso. ... para que não sejamos vencidos por Satanás; Porque não ignoramos os seus ardis". Ef 5:6-12; 2 Co 2:10,11

O contrário também é verdadeiro e cabe ao cristão ser sábio para saber quando Satanás está, ora promovendo o mal e angariando com isso a ajuda de cristãos incautos para fazer propaganda, ou quando ele aparentemente está querendo ajudar na propagação do evangelho (sabe como é, hoje há políticos, comerciantes e um montão de gente interessada em financiar cristãos para conseguir seus objetivos).

Paulo passou por uma situação assim, mas soube identificar que aquilo que parecia ser propaganda positiva ("Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo" Atos 16) nada mais era do que uma artimanha do inimigo usando uma mulher possessa para exaltar os servos em lugar do Deus dos servos.

Mais acessadas da semana