As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Qual o papel que "minha igreja" teve em minha conversao e edificacao?



https://youtu.be/oM76YsAUYcc

Sei que muitos cristãos atribuem à "sua igreja" ou denominação o mérito de ter sido responsável por sua salvação e estar agora sendo responsável por sua edificação e vida cristã. Será que isso tem fundamento na Bíblia? Bem, eu não encontro qualquer evidência na Palavra de Deus que Cristo tenha dado dons a "pessoas jurídicas", ou capacitado "pessoas jurídicas" a pregar, ensinar, consolar, exortar etc. São "pessoas físicas" que Ele usa.


A questão é: você teria passado por tudo isso se a denominação que segue não existisse? Certamente. Deus não usa denominações, porque uma denominação é um erro, é uma aberração da verdade do "um só corpo", uma cisão do testemunho do "um só corpo" pois espalha os crentes, identificando-os por diferentes nomes. O desejo do Senhor foi que todos os Seus fossem um, "para que o mundo creia". Hoje não damos muitas razões para o mundo crer neste sentido, não é mesmo?

Mas se Deus não usa as denominações, como você pode ter encontrado a verdade "na igreja X", crescido e permanecido separado para o Senhor "na igreja X", recebido palavras de edificação, consolo e exortação "na igreja X"? Bem, você não está se referindo a "igreja" como o corpo de Cristo, mas como uma determinada organização cuja fundação se deu, não no dia de Pentecostes, mas numa outra data qualquer. Além disso, não se trata da "Igreja" que encontro na Bíblia, pois daquela são membros TODOS os salvos. Evidentemente o rol de membros da "igreja X" não inclui TODOS os salvos, não é mesmo?

A verdade é que "a igreja X" não fez nada disso por você e é aí que está o grande erro, o mesmo no qual o catolicismo incorre há séculos: acreditar que Deus criou alguma organização (a "igreja X", por exemplo) e que é através dela que somos salvos, edificados, consolados, exortados etc. (o católico a chama de "santa mãe Igreja" e costuma dizer que "a Igreja ensina isso e aquilo...").

Se ler cuidadosamente Efésios 4 verá algo curioso:

ROGO-VOS, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,
2 Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
3 Procurando guardar a UNIDADE do Espírito pelo vínculo da paz.
4 Há UM SÓ CORPO e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
5 Um só SENHOR, uma só fé, um só batismo;
6 Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós.
7 Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.
8 Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens.
9 Ora, isto ele subiu que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra?
10 Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.
11 E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
12 Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
13 Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo,


Além de deixar claro que "há um só corpo" (que corpo é esse, a "igreja X"?), o apóstolo Paulo mostra o que Deus fez para que ouvíssemos o evangelho, fossemos ensinados, pastoreados etc. visando o aperfeiçoamento dos santos, a edificação do corpo de Cristo.

Ali diz que deu dons "aos homens", a pessoas físicas, não a pessoas jurídicas, não a uma organização, e deu uns ("pessoas físicas", não "pessoas jurídicas") para apóstolos, profetas, evangelistas, pastores, doutores. Em suma, Deus providenciou PESSOAS e DONS como a forma de ouvirmos o evangelho, sermos edificados etc. Deus não providenciou esta ou aquela organização ("igreja", denominação etc.) para essa finalidade.

Se você um dia ouviu o evangelho e creu, não foi a denominação que freqüenta que fez isso por você. Foi obra de Deus que usou um de seus vasos (pessoas), idôneo ou não, para fazer o evangelho chegar até você e, por meio do Espírito Santo, fez com que você cresse no evangelho. Quando digo "idôneo ou não" é porque Paulo mesmo diz que alguns pregavam por inveja e porfia, mas que não importava a ele já que o evangelho estava sendo pregado.

15 Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
16 Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
17 Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.
18 Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. Filipenses 1


Deus pode tanto ter usado essa pessoa para pregar para você numa estrada deserta, em uma prisão, debaixo de uma árvore, em uma boate (conheci um rapaz que se converteu em uma boate), ou dentro daquilo que os homens chamam de "igreja X" ou "templo" (quando a verdade é que só existiu um templo endossado por Deus, o de Jerusalém).

Não foi o lugar ou a organização que fizeram alguma coisa por sua salvação, mas o fato de Deus ter usado alguém que estava nesse lugar com você para fazê-lo ouvir a Palavra. Se fossemos dar importância "ao lugar", então poderíamos iniciar novas religiões em estradas desertas, prisões, debaixo de árvores ou em boates, por achar que o local teve algum mérito na conversão de alguém.

Do mesmo modo, depois de convertido, Deus continuou usando "pessoas físicas", e não "pessoas jurídicas", para ajudar em seu crescimento espiritual. O problema é que, quando essas pessoas pertencem a alguma denominação elas estarão puxando a sardinha para a brasa da denominação, e você não terá a liberdade de julgar todas as coisas segundo a Palavra de deus, mas ficará limitado a julgá-las segundo as normas, dogmas ou estatutos dessa denominação. A razão disso é que você aprenderá que alguém "mais espiritual", talvez o fundador da denominação, entendeu tudo sobre a Palavra de Deus e, por isso, traçou aqueles limites. Pensar fora daquela caixa fica fora de questão. Por isso você sempre acaba ficando com menos do que tem direito.

Vou explicar. Gosto de ouvir pregações bem fundamentadas do evangelho, ler livros de autores cristãos com palavras de consolação e coisas do tipo, evidentemente sempre julgando segundo o que encontro na Palavra de Deus. Geralmente você encontra boas coisas em termos de evangelho, consolo, devoção e assuntos assim, porém eu não perco meu tempo em ouvir alguém ensinar sobre a verdade da Igreja, o corpo de Cristo, se essa pessoa pertence a alguma denominação. Seu ensino não será isento, pois ele não poderá falar algo que esteja fora dos muros aos quais se submeteu.

O grande problema é que, por vivermos em uma sociedade "cristianizada" que herdou muita coisa do catolicismo romano, ficamos indiferentes a certas verdades que estão na Bíblia, ou até mesmo as ignoramos, por não se encaixarem em nossa própria cartilha ou no contrato verbal que assinamos ao nos fazermos membros de uma organização que é da terra e que não estará no céu.

Mas quando entendemos que qualquer desvio da verdade é iniqüidade, somos levados, pelo Senhor, e não por nossas convicções pessoais, a nos afastarmos daquilo que não enaltece o nome de Cristo. E qualquer organização que se inclua no processo de salvação, ou mesmo do ensino, exortação etc. não enaltece Aquele que é o único responsável pela salvação, o único que morreu na cruz e derramou Seu sangue para nos salvar e glorificar a Deus.

Se eu me congrego em algum lugar porque "igreja X" é o elemento catalisador, o centro de reunião, aquilo que torna os que estão ali iguais neste particular, então não estou me congregando somente ao nome do Senhor Jesus. Estou me congregando, talvez, em nome do Senhor "E" da "igreja X".

Hoje bagunçou geral. Aquilo que deveria ter sido a "casa de Deus" de 1a. Timóteo, coluna e baluarte da verdade (refere-se ao testemunho da Igreja deixado nas mãos dos homens) transformou-se na "grande casa" de 2a. Timóteo, onde há de tudo um pouco. Cabe a cada um agora discernir o que é de Deus e o que não é, e apartar-se, de pessoas e doutrinas que não dão a Cristo 100% da glória pela salvação das almas e sua edificação, ou de pessoas que estejam em pecado.

19 Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniqüidade.
20 Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.
21 De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra. 2 Timóteo 2


Repetindo, organizações, "igrejas", denominações, associações etc. nada podem fazer por você em termos de salvação, edificação, exortação e consolação. Mas Cristo pode, usando pessoas (dons), e isso não depende de onde elas estejam ou do grupo ao qual pertençam. Mas, repito, se essas pessoas que Deus usa por meio desses dons de evangelista, pastor ou mestre/doutor pertencerem a alguma organização, "igreja", denominação etc., seu ensino provavelmente não estará isento dos erros ou das limitações impostas pelo sistema ao qual estão sujeitas.

Leia também sobre o mesmo tema:

O que acha da "Congregação Cristã no Brasil"?
O que preciso fazer para ser salvo?
Qual religião pode me salvar?
Por que há tantas denominações?
Em que templo devo adorar?
Devo divulgar denominação?
Onde celebrar a ceia do Senhor?
O que significa a palavra Igreja?
O que significa 'reunir-se ao nome do Senhor'?
Como os dons se manifestam na igreja?
Qual o verdadeiro lugar de adoração?
Quem deve liderar nas reuniões da igreja?
Devemos usar instrumentos musicais na adoração?
Você já pertenceu a alguma denominação?
É possível congregar com desprendimento denominacional?
É errado deixar de congregar?
O que é uma seita?
Qual é a hierarquia na igreja?
Devemos obedecer aos pastores?
Devemos esperar a igreja voltar ao que era no início?
Como deve ser o clero na igreja?
O que é um clérigo?
É correto dizer que a igreja ensina?
A obediência aos pastores é incondicional?
Você é dizimista?
Como saber se uma igreja reconhece o senhorio de Cristo?
Como saber se um "apóstolo" é genuíno?
Quem pode ser chamado de "bispo"?
A escola dominical é uma reunião de assembléia ou ...
Devo dar o dízimo?
Um ministro é ordenado por um presbitério?
O cristianismo não é uma religião?
Como você entende a expressão "casa de deus"?
Como se reunir sem um templo?

Mais acessadas da semana