As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

A fé pode ser provada pela ciência?



https://youtu.be/cn6zEb1SlnY

Não. Ciência (humana) e fé são coisas diametralmente opostas. "ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem". Hebreus 11:1 Sugiro que leia o capítulo inteiro de Hebreus 11. Se fé é o firme fundamento de coisas futuras e a prova das coisas que não vemos, obviamente a fé não está sujeita ao escrutínio e não pode ser colocada sob o microscópio. A ciência observa os fenômenos observáveis. A fé interage com outra dimensão. Daí qualquer discussão no sentido de submeter a fé a testes "científicos" será estéril.

Você alega que a fé pode ser testata cientificamente baseando-se nas experiências feitas com pessoas que se disseram curadas pela oração, e dizendo que os resultados mostraram que a oração é tão eficiente quanto um placebo, ou seja, não tem valor algum. Bem, não é dessa fé que estou falando e nem desse tipo de comprovação.

Orações, qualquer que seja o deus da pessoa, pode criar condições psicológicas (falando do ponto de vista da ciência) que facilitam a cura, mas eu não estou nem um pouco interessado nesse aspecto da fé. Estou falando da fé no Deus vivo, ou seja, não do poder da oração ou da fé individual, mas do objeto dessa fé ou dessa oração, dAquele de quem emanam todas as coisas. Este Deus vivo, que Se revela na Bíblia como Pai daqueles que crêem em Jesus, não pode ser verificado pela ciência. Ele Se encontra além do escrutínio humano, e o máximo que alguém pode conhecer de Sua Pessoa é através de Jesus, Deus manifestado em carne.

"Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno". 1 Timóteo 6:16

Mas mesmo o Senhor não está sujeito ao escrutínio da ciência ou da razão. Você sabe que tudo se resume a energia e que esse espectro de energia vai da matéria às ondas de rádio, raios-x etc. A Bíblia afirma que Deus habita "na luz inacessível", ou seja, fora do espectro ao qual temos acesso. Somos muito pequenos para entendê-Lo e menores ainda para entender Seus pensamentos.

Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Mateus 11:27

[Você escreveu: Se Deus, sendo onisciente, já sabia que eu, seria um ateu e, conseqüentemente seria condenado ao inferno, então, por que "cargas d'agua" Ele permitiu que eu nascesse? Só pelo prazer de me condenar ao tormento eterno? Somente um Deus cruel agiria dessa maneira! ]
Uma vez eu disse algo parecido (ou você acha que já nasci crente?). Foi durante o processo de minha conversão, quando cheguei ao fundo do poço e passei a questionar a Deus. Assim como você, eu não era indiferente a Ele; Ele me incomodava e incomodava ver pessoas que admitiam conhecê-Lo (e não apenas conhecer "a respeito dEle"). Em uma dessas manifestações de ira e escárnio contra meu Criador, abri uma Bíblia a esmo só para provar para mim mesmo que encontraria outra grande bobagem. Então eu li na página que abri isto, isto e mais isto. Aquilo serviu para mim como uma espécie de "cala-boca".

[Você escreveu: Se Ele fosse misericordioso, na pior das hipóteses, Ele sequer teria permitido que eu existisse! Agindo assim Ele teria me poupado de um sofrimento totalmente desnecessário! Não consigo compreender como um Deus supostamente bom, soberano, onipotente e onisciente possa ser tão irresponsável ao ponto de me criar mesmo sabendo no que isso iria resultar.]

Sempre que alguém fala em misericórdia eu gosto de perguntar onde foi que encontrou esse conceito. Ou também coisas como amor, perdão, graça, bondade, benignidade, mansidão... Você, embora se dizendo ateu, mal sabe o quanto de cristianismo tem incorporado em sua formação. Misericórdia não é invenção humana, pois basta a gente abrir o jornal para ver a quantas anda a humanidade. Então esses atributos devem ter vindo de outra fonte, já que não são humanos.

Além disso, misericórdia, perdão, amor e outros conceitos não caem bem em um ateu evolucionista, pois nenhuma espécie conseguiria sobreviver sendo misericordiosa dentro daquilo que a ciência chama de teoria da evolução. O correto, nessa teoria, é agir segundo a lei do mais forte, da seleção do mais apto, como Hitler quis fazer.

Então é um contra-senso um ateu falar em misericórdia, caridade, respeito, já que ele se dará melhor vencendo o mais fraco, eliminando os portadores de deficiência e se impondo. Os ensinamentos de Jesus jamais seriam para alguém cuja meta é sobreviver e preservar sua espécia, sua linhagem, seus genes. E nem poderia, já que o Senhor falou de não resistir ao mau, de deixar-se matar, de perdoar e de... ser misericordioso. De qualquer modo, julgando que sua dúvida seja sincera, este versículo pode ser a resposta:

"Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor". 1 Coríntios 4:5

Ou seja, não queira adivinhar o placar de um jogo que ainda não acabou. Enquanto você está vivo existe a possibilidade de Deus tocar seu coração e aí você pode espernear quanto quiser, pois então será Ele quem lhe dará a vida espiritual que é necessária para entender (não com a razão) os pensamentos de Deus.

É isso que a Bíblia chama de novo nascimento, uma condição necessária para se entender as coisas do alto. É um erro querer analisar as coisas celestiais (espirituais) segundo os parâmetros terrestres (materiais). Deixe isto para a ciência, é o que basicamente o Senhor mostra a Nicodemos em João capítulo 3.

Para se entender as coisas de Deus é preciso receber, digamos assim, o decodificador divino. Eu só poderia entender os pensamentos que você tem em mente se existisse uma máquina que pudesse extrair o seu espírito e implantá-lo em mim. Aí faria sentido para mim sua forma de pensar.

"Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente". 1 Coríntios 2

Portanto, não perca seu tempo querendo entender Deus, isso é impossível porque seus parâmetros são humanos e materiais. Acaso você tenta medir distâncias com um termômetro ou temperatura com um metro? Qualquer análise deve ser feita levando-se em conta um parâmetro (um referencial), e é impossível ao homem em seu estado natural entender as coisas espirituais porque lhe falta o referencial. Definimos a cor segundo um padrão, a temperatura segundo um padrão, o tempo segundo um padrão etc. etc. etc. Para navegar na esfera espiritual e compreendê-la, você precisa receber um implante de vida divina. Só então as coisas passarão a fazer sentido para você.

Portanto, o caminho é pedir a Deus que lhe mostre. Eu não sou capaz de fazer isso, mas Ele o fará com certeza.

"a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus". Salmos 51:17

1 Coríntios 1:
18 Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
19 Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes.
20 Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?
21 Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação.
22 Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria;
23 Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos.
24 Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.
25 Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.
26 Porque, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados.
27 Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes;
28 E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;
29 Para que nenhuma carne se glorie perante ele.

Se você procura um diálogo comigo apenas para satisfazer o intelecto e poder provar que você está certo e eu errado, ficamos assim: você está certíssimo dentro da esfera das coisas materiais na qual vive e raciocina, e usando os referenciais aos quais você tem acesso. Seu modo de pensar e agir não estão fora do normal, pelo contrário, são típicos de alguém que não conhece a Deus e a Jesus. Portanto, se estiver procurando saber quem ganhará a discussão, fique sabendo que o prêmio é seu.

Mas, existe uma outra dimensão que, com as ferramentas que você possui, você jamais será capaz de perceber enquanto estiver vivo em sua existência natural. Quando ultrapassar o portal que encerra sua jornada nesta vida, você certamente ficará ciente dessa outra dimensão, embora eu saiba que existe algo lá no fundo de você que agora mesmo lhe dá uma idéia disso: "Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs o mundo [var. "a eternidade"] no coração do homem, sem que este possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até ao fim". Eclesiastes 3:11
O problema é que aí será tarde demais, e se eu fosse você não pagaria para ver.

Mais acessadas da semana