As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Para ser cristão é preciso ser perfeito?



https://youtu.be/Ws60gCC_Oug

Entendo que existem pelo menos três significados para a palavra "perfeito". O primeiro é da perfeição aos olhos de Deus na Criação. Perfeito significava que Ele tinha atingido seus objetivos, mas não que o homem estava imune à queda. Tanto é que caiu e a imperfeição maior, o pecado, entrou na Criação.

Outro significado é o da perfeição absoluta. "Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado." 1 Co 13:10. Deus promete uma perfeição absoluta, que é futura, porém já é de propriedade daquele que se converteu a Cristo e aceitou Sua obra de expiação.

Enquanto isso, posso desfrutar de um terceiro tipo, uma perfeição relativa, que é meu desejo de andar segundo o padrão de perfeição absoluta, que é Cristo, e que Deus coloca como meu exemplo. Embora eu já tenha essa perfeição absoluta, minha carne que ainda leva os resquícios do pecado, não me permite atingi-la aqui.

Você pode também fazer um paralelo semelhante com a santificação que significa separação. A Bíblia mostra que o cristão já é santo (absoluta), mas é dito a ele que deve se santificar (relativa).

Alguns versículos que falam dessa posição absoluta são: "haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus". 1 Coríntios 6:11 e "Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo" Efésios 1

Pense no caso do anistiado. Quando os anistiados brasileiros receberam a notícia da anistia, eles ainda estavam longe do Brasil, estavam no mesmo lugar onde um pouco eram exilados. Mas agora eles já não eram mais exilados, pois tinham uma posição absoluta de anistiados e livres para se mudarem para o Brasil, embora ainda vivessem em uma situação relativa, por estarem no exílio.

O cristão está, por assim dizer, no corpo de seu exílio aguardando o embarque para voltar para casa e desfrutar de "todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo".

Mais acessadas da semana