As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

De onde vieram as águas do Dilúvio e para onde foram?



https://youtu.be/vven3a1GLi8

Outra dúvida é de onde teria vindo tanta água para o dilúvio e depois onde ela teria ido parar. A água está toda aí, cobrindo a terra, dispersa no ar e em bolsões subterrâneos. Por que você não perguntou onde está o mar cujo nível (faixas de conchas) é visível na Cordilheira dos Andes? Definitivamente a geografia da época não é a mesma de hoje (e os acidentes geográficos ante-diluvianos citados na Bíblia podem não estar no mesmo lugar).

Eu não sei responder onde a água foi parar (mas que ela chegou lá em cima, é um fato que os fósseis de conchas em altitudes elevadas estão aí para provar), mas a Bíblia diz de onde boa parte dela saiu.

Como nunca tinha chovido antes, boa parte dela veio da atmosfera, que devia ser super-saturada de umidade, um ambiente que hoje não conhecemos (provavelmente era isso que filtrava os raios UV impedindo o envelhecimento de seres vivos e também seja responsável pela diferença nas medições de carbono 14).

Boa parte da água veio de depósitos (abismos) sob a terra: "No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram"

Mais acessadas da semana