As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Israel na terra prometida é a figueira com brotos e folhas?



https://youtu.be/Jd1DCoDCzkM

Israel ainda não voltou oficialmente para a terra, digo, no sentido oficial de Deus. Hoje eles estão lá em uma condição de rebeldia e se mantêm graças à sua teimosia e esforço próprio, mas é claro que Deus continua operando e zelando por Seu povo escolhido, mesmo que faça isso dos bastidores. Eu creio que essa manifestação inicial, sem frutos para Deus, seja justamente a figueira com folhas, pois a figueira é símbolo de Israel como nação.

A figueira aparece algumas vezes nas Escrituras. Ela já estava no jardim do Éden em Gn 3:7 e foi de suas folhas que Adão e Eva fizeram aventais inúteis para cobrir sua nudez (já que Deus precisou fazer roupas de peles).

O diálogo de Jesus com Natanael parece ter duplo sentido, obviamente referindo-se a Israel: João 1:47-49 "Jesus viu Natanael vir ter com ele, e disse dele: Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo. Disse-lhe Natanael: De onde me conheces tu? Jesus respondeu, e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira. Natanael respondeu, e disse-lhe: Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel."

Oséias compara os patriarcas de Israel como a fruta temporã da figueira em Oséias 9:10: "Achei a Israel como uvas no deserto, vi a vossos pais como a fruta temporã da figueira no seu princípio"

A referência que Jesus faz à figueira, além da ocasião em que ele faz a figueira secar, também é clara: Lucas 13:6 "E dizia esta parábola: Um certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha, e foi procurar nela fruto, não o achando; E disse ao vinhateiro: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho. Corta-a; por que ocupa ainda a terra inutilmente? E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque; E, se der fruto, ficará e, se não, depois a mandarás cortar."

A vinha também aparece representando Israel, tanto frutífero, como com seus ramos passando por cima dos muros para alcançar o exterior. Is 5:1-10 e Salmos 80. A Palavra de Deus também usa a figura de uma oliveira para representar Israel em seu aspecto espiritual.

Uma referência (em inglês) interessante sobre as árvores na Bíblia como figuras você encontra aqui: http://koti.phnet.fi/petripaavola/Bible_Trees.html

Se quiser se aprofundar no estudo da profecia, sugiro a leitura de "Acontecimentos Proféticos", um livro que traduzi há quase 20 anos, está hoje esgotado, mas cujo texto pode ser encontrado no site de um irmão em Cristo: http://www.geocities.com/lucaclau/profecy.html

Mais acessadas da semana