As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Mateus 24, Marcos 13 e Lucas 21 já aconteceram?



https://youtu.be/kI_aEV9hoT0

Alguns cristãos acreditam que esses capítulos seriam proféticos apenas até a destruição de Jerusalém, que ocorreu no ano 70. Alegam, por exemplo, que os judeus já foram espalhados pelas nações, como fala Lucas 21:24 e que Marcos 13:9 também já se cumpriu no livro de Atos, nos discípulos que eram açoitados nas sinagogas.

O apóstolo Paulo exortou Timóteo em 2 Tm 2:15 a dividir corretamente a Palavra. Como seria dividir corretamente (ou manejar corretamente, conforme outras traduções) estas passagens de Mateus 24, Marcos 13 e Lucas 21? Vamos ver.

Lucas 21 até o vers. 24 é apenas a primeira parte da descrição de Mateus 24, só que Lucas dá mais detalhes. Em alguns aspectos o cerco de Jerusalém no ano 70 é semelhante ao que irá acontecer no futuro.

Se você quiser entender corretamente as passagens vai precisar levar em conta que os discípulos perguntaram 3 coisas em Mateus 24:3:

1. Quando aconteceria a destruição do Templo
2. Qual seria o sinal da vinda de Cristo
3. Qual seria o sinal do fim dos tempos (em algumas versões "fim do mundo" ou "fim da era")

Mateus 24 e Marcos 13 tratam das respostas às perguntas 2 e 3. Lucas é o único que inclui a resposta à pergunta 1, e faz isso no capítulo 21:12-24. A partir do versículo 25 ele volta a falar do futuro.

O fato de cristãos terem sido açoitados nas sinagogas não serve como referência de época, porque isso aconteceu em todas as épocas. É como falar que os cristãos seriam perseguidos, algo que nunca parou nos últimos 2 mil anos. Mas há coisas que são impossíveis de você conciliar com a história que já aconteceu.

Por exemplo:

Mat 24:21 porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá.


Mar 13:19 porque naqueles dias haverá uma tribulação tal, qual nunca houve desde o princípio da criação, que Deus criou, até agora, nem jamais haverá.


Mar 13:24 Mas NAQUELES DIAS, DEPOIS DAQUELA TRIBULAÇÃO, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz;
Mar 13:25 as estrelas cairão do céu, e os poderes que estão nos céus, serão abalados.
Mar 13:26 Então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória.


Luk 21:25 E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
Luk 21:26 os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto os poderes do céu serão abalados.
Luk 21:27 Então verão vir o Filho do homem em uma nuvem, com poder e grande glória.
Luk 21:28 Ora, QUANDO ESSAS COISAS COMEÇAREM A ACONTECER, exultai e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima.

Como pode ver, ainda não vimos essa tribulação sem paralelo acontecer, algo mais terrível do que o dilúvio ou as duas guerras mundiais. Também não vimos ainda o sol se escurecer e a lua não dar sua luz, e nem as estrelas caindo e os poderes do céu sendo abalados. Também não vimos os homens desfalecendo de terror. Portanto, tudo isso ainda é futuro. É preciso saber dividir a Palavra de Deus.

2Ti 2:15 "Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade."

Mais acessadas da semana