As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Que hinos você e os irmãos cantam nas reuniões?



https://youtu.be/nSOo-YGOp4M

Aqui no Brasil os irmãos com os quais me congrego usam um hinário com hinos tradicionais compilados por alguns de nós. Foi feita uma seleção de hinos de adoração e louvor, e também de vida cristã e oração para fazerem parte do hinário que é usado no canto coletivo da assembléia dos irmãos, quando estes estão reunidos para a ceia do Senhor, para oração ou ministério da Palavra. O critério usado na seleção foi de hinos que pudessem ser cantados na terceira pessoa ("nós te louvamos" ao invés de "eu te louvo", por exemplo), para expressarem mais o caráter de um louvor coletivo.

Em pregações do evangelho é utilizado um outro hinário com hinos de apelo evangelístico, do tipo "vem a Jesus" por exemplo. Não faria sentido uma assembléia reunida na ceia do Senhor, por exemplo, para lembrar Sua morte, cantar um hino de convite com frases como "vem a Cristo", "arrepende-te" etc. Quem está participando da ceia do Senhor já foi a Jesus, já se arrependeu, e está ali agora não cantando para incrédulos, mas para Deus.

A idéia de montar um hinário de hinos selecionados surgiu justamente porque nos hinário normalmente utilizados pelos cristãos no Brasil há uma mistura muito grande de hinos de louvor, evangelismo, ocasiões especiais etc. Geralmente eles são separados por numeração, mas um recém convertido com pouco entendimento poderia, por exemplo, sugerir um hino de evangelismo na reunião da Ceia do Senhor, o que não seria apropriado.

Talvez seja preciso lembrar que quando nos reunimos não existe um dirigente além do Espírito Santo, quero dizer, não há um homem na frente da congregação dizendo o que devemos cantar, fazendo as orações ou responsável pela pregação ou ministério. Cada irmão que sente no coração trazer uma oração, uma palavra ou um hino faz isso, enquanto os outros julgam.

Nos países de língua inglesa os irmãos usam um hinário chamado "Little Flock", compilado no século 19 por John Nelson Darby e outros. Encontrei um site (clique) onde você pode ouvir os hinos.

Quando estamos em reuniões familiares ou para conversar na casa de algum irmão, costumamos cantar esses hinos e também outros hinos populares que alguém saiba tocar ou cantar. Mas nas reuniões da assembléia cantamos apenas os hinos do hinário (mesmo porque assim todos saberão cantar) e não usamos instrumentos musicais porque não encontramos subsídios no Novo Testamento para fazer isso nas reuniões de adoração dos cristãos.

No carro ou no trabalho costumo ouvir CDs de música cristã de diversos estilos, mas pessoalmente gosto mais dos hinos tradicionais.

Leia mais sobre o assunto aqui:
"O que acha da música gospel?"
"Devemos utilizar instrumentos musicais na adoração?"

Mais acessadas da semana