As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Como conciliar a Biblia e a teoria da evolucao?



https://youtu.be/GKdMxQZZcn0

Não vejo como conciliar a Bíblia e a teoria da evolução por vários motivos. Alguns tentam encontrar um solução para isso simplesmente considerando como poéticas ou alegóricas as passagens da Bíblia que entram em conflito com a teoria da evolução. Ao fazer isso será preciso considerar que algumas afirmações dos apóstolos e do próprio Senhor Jesus tenham sido alegóricas.

Primeiro vou dizer em quê acredito. Acredito que Deus criou todas as coisas e que elas não vieram a existir por acidente, mesmo porque um acidente que fizesse o elemento "A" se encontrar com o elemento "B" exigiria que alguém tivesse criado esses elementos antes.

Hebreus 11:3 Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.

Perceba que cremos nisso pela fé, não pela experimentação, pela geologia ou arqueologia, que são ciências, estas sim, em algum estágio de sua carreira evolutiva e, portanto, nem sempre aptas a tirar conclusões cabais por ainda faltar a elas elementos a serem descobertos.

Acredito também que essa criação, como diz o versículo acima, foi pela "palavra de Deus" e, considerando que Jesus é chamado de Palavra ou Verbo de Deus, ele é aquele por intermédio de quem todas as coisas foram feitas.

Efésios 3:9 E demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo;

O primeiro versículo de Gênesis diz que no princípio Deus criou os céus e a terra, o que é confirmado no Novo Testamento em Hb 11:3 acima. Porém o versículo 2 de Gênesis nos fala de trevas, vazio, caos (sem forma) e abismo, coisas que Deus não criou. Isaías 45:18: "Porque assim diz o SENHOR que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada".

Creio que exista um intervalo entre os versículos 1 e 2 de Gênesis, que é quando pode ter acontecido a queda dos anjos e a consequente convulsão do Universo existente então. A partir daí Gênesis descreve a criação do cenário que vemos hoje ao nosso redor. Se me perguntar onde se encaixam os dinossauros eu direi que não sei (não saber algo é também uma opção de quem está disposto a aprender).

Mas creio que todos os animais hoje extintos foram igualmente criados por Deus da forma como são conhecidos, pois não há fósseis inacabados. Todos têm todas as suas partes funcionais. Não precisa ser muito inteligente para perceber que um pterodáctilo desses que vemos em "Parque dos Dinossauros" não teria sobrevivido se tivesse arrastado pelo chão por milênios asas inacabadas até sua configuração estar completa para ser capaz de voar.

A própria teoria da evolução considera que um órgão que não tenha função acabará suprimido, como acontece com peixes cegos em rios subterrâneos. Sim, eu acredito na adaptação e na seleção natural, mas um macaco que perca o rabo não se tornará humano por isso. E é aí que vem o maior problema em se conciliar a Bíblia e a teoria da evolução: o ser humano.

Se a Bíblia ensina que o homem foi criado à imagem e semelhança de Deus, um evolucionista que quisesse também crer na Bíblia precisaria encontrar em que ponto da história isso aconteceu com o suposto símio evoluído. Terá sido quando ele aprendeu a falar e articular seus pensamentos na forma de mensagens estruturadas?

Alguns cientistas acham que é isso que distingue o humano do animal irracional, mas aí temos um problema: será preciso colocar em dúvida o que Jesus disse: Marcos 10:6 "Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea". Jesus diz "desde o princípio" e fala de um casal.

Crer na teoria da evolução significa crer também que o ser humano é apenas mais um animal que teve mais sorte de sobreviver e evoluir até atingir um estágio em que estivesse apto a receber uma comunicação verbal da parte de Deus, mas aí já não faria mais sentido dizer que o ser humano é uma criatura caída, que passou de um estado de perfeição a um estado de imperfeição, o que é justamente o caminho inverso da evolução.

E sem a queda não haveria pecado, e nem a necessidade de Deus se fazer carne, na pessoa de Jesus, para vir aqui morrer no lugar do pecador. Deus, se é que existe um Deus para o evolucionista, simplesmente deixaria o homem continuar evoluindo porque, afinal, ele estaria fazendo isso muito bem e não precisaria de Sua intervenção.

Como você pode ver, é extremamente complicado tentar conciliar a teoria da evolução com a Bíblia, porque você terá de negar a verdade central das Escrituras, que é Deus se fazendo Homem. Se o homem ainda estivesse em processo de evoluir, sempre ficaria a dúvida quanto ao momento em que isso aconteceu. Isto é, por que Deus teria escolhido encarnar justamente neste ponto do processo evolutivo, e não quando o homem ainda era um símio ou, no futuro, quando ele tiver a aparência de um ET super-evoluído e se comunicar telepaticamente. Para quem crê em gibi essas coisas são perfeitamente plausíveis, mas para quem crê na Bíblia não.

Para terminar, supondo que as ideias hoje ensinadas nas universidades sobre a evolução sejam corretas, que segurança tenho eu em acreditar em conclusões produzidas por um cérebro que está em processo (vai saber lá em que estágio!) de evolução? Se estamos realmente evoluindo, em alguns milhares de anos iremos rir da teoria da evolução como um adulto ri das teorias de uma criança de dois anos ou os visitantes de um zoológico riem dos berros e micagens dos macacos enjaulados.

Nunca será possível conciliar a Bíblia toda com a ciência e suas teorias por uma razão muito simples: a ciência se baseia em descobertas, portanto ela está sempre em desenvolvimento e mutação. As Escrituras são a revelação de Deus para o homem. A ciência parte do pressuposto de que o homem é capaz de conhecer, daí seguir observando, medindo e dissecando o que é possível ver ou detectar. As Escrituras partem do pressuposto de que o homem é incapaz de conhecer os pensamentos de Deus, por isso estes precisam ser revelados.

A ciência se baseia na experimentação que, por sua vez, depende de sentidos naturais ou artificiais; as Escrituras se baseiam na verdade absoluta de Deus, a qual não pode sempre ser experimentada, por isso é recebida pela fé e não pelos sentidos naturais do homem ou aqueles que ele criou para ajudá-lo a perceber o que existe além da limitação do espectro detectado por seus sentidos ou invenções.

Mais acessadas da semana