As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Onde esta a Igreja de Cristo?



https://youtu.be/-HLXHkNXDhs

Você já deve ter visto que não pertenço a qualquer denominação religiosa, mas me congrego com outros irmãos somente ao nome do Senhor Jesus e reconhecendo o Seu Corpo, a Igreja, aquela (a única) que inclui TODOS os salvos.

Quanto à sua pergunta, o único templo que Deus reconhece é o templo de Jerusalém (agora destruído). No início da igreja (a partir de Atos 2) os primeiros cristãos ainda não tinham entendimento de que deviam se apartar daquela forma de coisas que pertenciam ao culto judaico (isso depois seria melhor explicado na epístola aos Hebreus) e continuaram a frequentar o templo de Jerusalém.

Mais tarde nós os encontramos se reunindo em casas e assim foi durante alguns séculos, até o Império Romano adotar o cristianismo como religião oficial do império e transformar o culto cristão em uma mescla de judaísmo, cristianismo e paganismo. A partir de então começaram a surgir templos cada vez mais luxuosos e esse costume continuou mais tarde também com os protestantes, que apenas tiraram os ídolos de seu interior, mas mantiveram o conceito de "templo".

Quando cristãos se reúnem, o lugar físico não importa muito. Pode ser numa casa, salão, escola, garagem, barco ou até debaixo de uma árvore. O "templo", na atual dispensação, é cada cristão (individualmente) e a igreja (coletivamente). Entenda como "igreja" o corpo de Cristo, do qual fazem parte TODOS os salvos.

Quanto à sua outra pergunta, "Onde está a Igreja de Cristo?", o mais correto seria perguntar onde está a igreja de Deus, já que em nenhum lugar da Bíblia você encontra a expressão "igreja de Cristo". Respondendo, igreja está neste mundo. Se mudar sua pergunta para "onde estão as Forças Armadas" você entenderá melhor, pois dificilmente alguém poderá especificar um local físico onde estejam concentradas todas as Forças Armadas.

Se uma esquadrilha de aviões passar sobre sua cabeça você pode apontar para ela e dizer que as forças armadas estão ali. Se vir um cruzador no mar, pode fazer o mesmo. Se cruzar com uma divisão de tanques na estrada, pode dizer que aquilo são as forças armadas indo para algum exercício.

Então, quando você vê cristãos, pessoas salvas pelo sangue de Cristo, você está vendo a Igreja. Porém, assim como existe uma representação oficial local das forças armadas em várias cidades, representada pelos quartéis ou "tiros de guerra", existe uma representação oficial local da igreja onde dois ou três estiverem reunidos em (ou para o) nome do Senhor Jesus.

Porém, eu entendo que dois ou três que estejam reunidos em nome do Senhor Jesus "e" da "igreja X" (que não inclui todos os salvos) não podem ser considerados uma representação fidedigna da Igreja em sua manifestação local, pois estão representando não todos os salvos, mas apenas o grupo dos membros da "igreja X".

Uma vez um irmão, que se reunia ao nome do Senhor Jesus somente, ia para sua casa depois de ter se reunido com os irmãos para partir o pão e o vinho em memória do corpo e sangue do Senhor na celebração da Ceia do Senhor. No caminho ele se encontrou com outro cristão, seu irmão em Cristo e disse:

- Hoje vi você lá conosco, enquanto participava da Ceia do Senhor.

- Impossível! - respondeu o outro - Eu nunca frequentei aquele lugar.

- Mas eu vi sim, tenho certeza. Você estava no pão que partimos.

1Co 10:16, 17 "Porventura, o cálice de bênção que abençoamos não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é, porventura, a comunhão do corpo de Cristo? Porque nós, sendo muitos, somos um só pão e um só corpo; porque todos participamos do mesmo pão".

Mais acessadas da semana