As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Seria o Genesis historinha de crianca?



https://youtu.be/hzIUpzWiGGA

Esta é a resposta que dei a alguém que comentou o vídeo #164 do "Evangelho em 3 minutos". Vou transcrever aqui parte do comentário para contextualizar minha resposta:

"Já ouvi várias crianças perguntarem a seus pais como nascem os bebes. Como você responderia esta pergunta para uma criança de 5 anos? Você falaria que "papai plantou uma sementinha na barriga da mamãe" ou você reponderia que houve uma relação sexual e um processo chamado espermiogênese no qual uma célula normalmente diploide, através de um processo chamado meiose dá origem à celulas aploides onde não existem pares de cromossomos e que estas celulas se fundirãso perfeitamente a outro tipo de célula, os óvulos, e que estas passariam por processos de divisão celular, (mórula, blástula...) seriam formados folhetos embrionário e assim vai...

O que ocorreria se Deus contasse isto à Moises. Será que o povo ná época estaria pronto para ouvir isto? O que Deus,nosso Pai usaria para explicar? Não seria mais facil falar que fez o Bonequinho de Barro e sopro o espírito de vida?"

Prezado, acredito que você não tenha percebido o quão orgulhosa e soberba é sua afirmação. O que o faz pensar que é "mais evoluído" que Moisés? Em que "plano evolutivo" você acredita estar, ao afirmar que para falar com Moisés Deus precisava reduzir seu discurso ao diálogo com uma criança de 5 anos, enquanto com você Deus falaria como adulto?

É bem provável que Moisés soubesse como foram construídas as pirâmides, coisa que nem você nem a ciência atual ainda tem certeza. Moisés ouviu a voz de Deus em alto e bom som. Você ouviu? Ele esteve tão perto de Deus ao ponto de sua face brilhar. Você? Deus revelou a Moisés a respeito de Cristo que só viria mil e quinhentos anos depois. Pergunto: Você acaso sabe de alguma coisa que vai acontecer daqui a 1.500 anos?

A grande falácia da ciência e dos que se arvoram conhecê-la é acharem que o estágio atual do conhecimento humano é a última bolacha do pacote. Não é. A ciência continuará descobrindo novas coisas e enterrando as velhas. Nassim Nicholas Taleb disse que "a ciência progride de funeral em funeral". Enquanto isso a Palavra de Deus continuará incólume a esses ataques temporários de quem acredita ter a última peça do quebra-cabeça. Ninguém tem. Daqui a mil anos a ciência terá abandonado muitas de suas afirmações atuais, porém o Gênesis continuará lá, do jeito que Moisés escreveu.

Deus não nos deixou detalhes da Criação porque não viu necessidade ou utilidade para nós do ponto de vista da eternidade. Saber que do nada ele fez tudo simplesmente falando é a mensagem principal do Gênesis, repetida depois em Hebreus 11:3: "Pela fé entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível não foi feito daquilo que se vê".

Você pode especular o quanto quiser e talvez até acerte em algum detalhe, mas não se considere numa posição mais privilegiada do que Moisés para entender essas coisas. Você não esteve no Monte Horebe, não viu o Mar Vermelho se abrir e nem a rocha verter água no deserto. Pode ser até que a você e a mim Deus precisasse falar como a crianças de 5 anos, tamanho o ceticismo com que fomos bombardeados em nosso ensino fomal, mas não a Moisés. Antes de revelar essas coisas a ele, Deus o deixou literalmente de quarentena no deserto (entre seus 40 anos na corte egípcia e os 40 anos finais no êxodo) para descontaminá-lo de tudo o que aprendeu.

Nos 40 anos em que viveu na corte egípcia "Moisés foi instruído em toda a ciência dos egípcios" (At 7:22). Depois de outros 40 anos no deserto pastoreando ovelhas e aprendendo a não confiar em si mesmo e na ciência que os egípcios lhe ensinaram, Deus revelou a Moisés coisas como a Criação, que não tem nada a ver com os mitos correntes na "ciência dos egípcios" da época. Daqui a 4 mil anos alguém poderá olhar para nós e para nossa época, como olhamos para o Egito do passado e seus mitos, e rir de muitos mitos de nossa ciência atual.

Portanto, lembre-se de que nem eu nem você somos mais inteligentes ou capazes que Moisés, e aceite a Palavra de Deus como ela é. Desfrute daquilo que Deus queria nos ensinar ao revelar o Gênesis e pode ter certeza de que, se ler em submissão e reverência, vai descobrir ali coisas mais sublimes e elevadas do que o processo da espermiogênese da diploide através da meiose que resulta em aploides desprovidas de pares de cromossomos. Esse vocabulário todo não lhe dará qualquer vantagem em relação a Moisés na eternidade.

Mais acessadas da semana