As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Qual versao da Biblia voce usa?



https://youtu.be/BcUFwbSeNo0

Eu gosto da Almeida Revista e Corrigida e também da Corrigida Fiel, mas às vezes é bom conferir passagens e compará-las com outras, pois há detalhes sutis entre as diferentes versões. Veja o caso de Isaías 7:14:

(Almeida Corrigida e Fiel) Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que A virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel.

(Almeida Revista e Corrigida) Portanto, o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que UMA virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel.

A tradução Almeida Corrigida Fiel usa o artigo definido "a" (correto), enquanto a Almeida Revista e Corrigida usa o artigo indefinido "uma" (incorreto). A questão é que não existe dúvida quanto a que virgem Isaías está se referindo, pois o Emanuel só poderia vir de uma virgem, aquela mencionada na profecia de Gên 3:15

"E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua [da mulher] semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar".

Quando Deus falou isso Ele indicou que a semente da mulher seria responsável por ferir a cabeça da serpente (Satanás). Só existe uma semente (descendente) da mulher, Jesus, pois todas as outras pessoas são descendentes da união homem-mulher. Na sua humanidade, Jesus descende apenas de mulher, não de homem, já que foi gerado pelo Espírito Santo de uma virgem (Maria) e não teve um pai humano.

Aproveitando, na passagem em Gênesis há também informações interessantes, como o fato de Deus se referir a uma descendência da serpente ("a tua semente"), o que obviamente não são filhotes de cobra, mas seres humanos ligados a Satanás. Algumas pistas no Novo Testamento nos mostram que são pessoas que deliberadamente rejeitam a Cristo contra todas as evidências, como foi o caso daqueles que são chamados segundo essa identidade, tanto por João Batista, como pelo Senhor:

Mat_3:7 E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
Mat_12:34 Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? 
Mat_23:33 Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?
Joã_6:70 Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? e um de vós é um diabo.
Joã_8:44 Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai.
Ats_13:10 Disse: O filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor?
1Jo_3:10 Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus.

Outro fato interessante do capítulo 3 de Gênesis é que Deus pergunta ao homem e à mulher a razão de sua desobediência, dando a eles assim a chance de se justificarem, embora não consigam fazê-lo. Mas o simples fato de perguntar já indica que Deus tinha o desejo de dar a eles uma segunda chance, o que não ocorre com a serpente, à qual Deus nada pergunta, lavrando direto o seu juízo sem discutir.

Mais um ponto a ser notado em Gênesis 3 é a declaração de Deus à serpente:

Gên 3:15 E porei inimizade entre ti e a mulher...

O raciocínio é simples: a serpente havia iniciado uma amizade com a mulher e esta tinha correspondido a isso, confiando na serpente. A partir daquele momento Satanás tinha uma amiga e aliada no Éden, Eva, a qual ele induziu a pecar. Adão, porém, não foi enganado, como nos fala 1 Timóteo 2:14, mas seguiu sua mulher. Adão não caiu diretamente na conversa da serpente, não podia ser dito que houvesse um vínculo de amizade entre Adão e a serpente, como ocorreu com a mulher.

Naquele momento Deus destruiu esse vínculo de amizade entre Satanás e a mulher, para o bem desta, e transformou aquilo em inimizade. A partir daquele dia Satanás passaria a ter um ódio especial contra a mulher, não apenas porque Deus determinou que assim fosse, mas também porque da mulher viria o descendente que condenaria o diabo e salvaria o homem.

Muitos hoje não entendem a razão de Deus ordenar, na doutrina dada à igreja, que a mulher ocupe uma posição mais resguardada e não de atuação pública no ministério e ensino da Palavra, chegando a pedir que ela permaneça calada nas reuniões da igreja. Não se trata de costume da época ou machismo de Paulo, como alguns querem acreditar. É a providência de Deus.

Longe de ser falta de consideração pela mulher, esta é uma iniciativa de Deus para protegê-la de seu arqui-inimigo, Satanás, que irá sempre procurar atacá-la com o engano, como já fez no Éden, mas agora de um modo ainda mais feroz.

Se um pai de família vê sua casa invadida por um bandido, o que ele faz? Coloca-se entre o bandido e sua mulher, que permanece atrás dele contando com sua proteção. A cena é típica até dos filmes que passam na TV - o homem colocando-se como um escudo à frente de sua mulher. É este o lugar que hoje Deus deu à mulher, não para humilhá-la, mas para protegê-la.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana