As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O crente poderia estar no hades?



https://youtu.be/_GCkXahvFLY

Depois de ler em algum lugar eu dizer que o crente que morre vai direto para a presença de Deus, sem passar pelo hades, você leu o texto "Iremos nos conhecer no ceu?" de J. R. Gill em meu blog "Manjar Celestial" e ficou em dúvida. Ali o autor, ao comentar sobre a vida após a morte, diz que "é correto dizer que nossos amados encontram-se no hades".

Fui verificar o texto, que devo ter traduzido do inglês há mais de vinte anos, e também fiquei intrigado. A princípio o que ele dizia ali estava errado, mas sempre pode acontecer de um autor escrever algo achando que o leitor irá compreender o sentido do que escreve. Mesmo assim parecia estar faltando algo. Tentei encontrar o original, e só consegui através de um irmão nos Estados Unidos que o enviou para mim. No texto original inglês eu vi que omiti uma palavra no texto, o que aumentou a dificuldade para entender. No texto o autor escreveu:

"O 'hades' é uma expressão neo-testamentária e trata-se de uma palavra grega; 'sheol' é a expressão do Velho Testamento e é uma palavra hebraica. Ambas significam a mesma coisa: o mundo invisível, ou lugar ou condição dos espíritos que partiram. É correto dizer que nossos amados encontram-se no 'hades'" "Iremos nos conhecer no ceu?" - J. R. Gill.

A palavra que faltava era "condição", pois o autor está dizendo que "hades", assim como "sheol", significa tanto o lugar como a condição dos espíritos que partiram. Para deixar o texto mais claro acrescentei uma nota explicando que o que ele disse a respeito do crente seria no sentido da condição, não do lugar. Vou aproveitar para traduzir outro texto aqui, de autoria de A. J. Pollock, que poderá ajudar a esclarecer o assunto:

"Para se ter uma ideia correta do que seja o Hades, é preciso enxergar o termo com sua relação com a morte. O Hades não é um lugar, mas uma condição, enquanto a morte não é um lugar, mas uma condição. Hades é a condição da alma sem o corpo; morte é a condição do corpo sem a alma. A condição da alma do incrédulo é de sofrimento e miséria; a condição da alma do crente é de conforto e felicidade. A expressão "está posto um grande abismo entre nós e vós" (Lc 16:26) é simbólica e revela a verdade da separação eterna que existe entre o crente e o incrédulo, este último sem a esperança de uma segunda chance.


Se você aplicar ao termo hades o teste de ser uma condição e não um lugar, verá que é este o pensamento bíblico. Um exemplo claro disso é encontrado em Apocalipse 20:14: "E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo". Isto significa que todos os corpos mortos, depois de ressuscitados, e as almas tendo sido reunidas de volta a esses corpos ressuscitados, essas pessoas, que em seu estado anterior representavam as condições da morte e do hades, serão lançadas no lago de fogo. Se o hades fosse um lugar, então teríamos a ideia errada de uma condição (morte) e de um lugar (hades) sendo lançados em um lugar (o lago de fogo). Mas se conservarmos em mente que o hades é uma condição e uma contrapartida da morte, tudo fica claro e simples...


Condição é uma coisa, lugar é outra. A condição (do crente que morreu) é de uma alma desencarnada; seu lugar é com Cristo. Não confunda condição com lugar. Se tiver estes pensamentos claros em sua mente suas dificuldades em entender estas coisas ficarão resolvidas". A. H. Pollock - 1864-1957

por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana