As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que significa "ligar" e "desligar"?



https://youtu.be/GDwBKcr3Ulo

Sua dúvida surgiu após ler o livro "Um só corpo na prática", especificamente na parte em que o autor fala do "ligar" e "desligar" associados ao episódio do homem em Corinto que foi colocado fora da comunhão (na primeira epístola) para depois Paulo sugerir que fosse readmitido à comunhão (na segunda epístola).

"Do mesmo modo, quando se trata de reverter uma ação de "desligar", a assembleia local suspende a censura ou disciplina e "perdoa" (administrativamente falando) a pessoa arrependida, e o corpo todo acata isso e também expressa o mesmo perdão. Isto está incluído nas observações que Paulo faz em 2 Coríntios 2:7-11." - "Um só corpo na prática" - Bruce Anstey

Você achou que um exemplo da assembleia ligando seria o caso de 1 Coríntios 5:11-13, e um exemplo da assembleia desligando seria 2 Coríntios 2:6-11, daí ter surgido a dúvida.

1Co 5:11-13  Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais. Pois com que direito haveria eu de julgar os de fora? Não julgais vós os de dentro? Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor. 

2Co 2:6-11  basta-lhe a punição pela maioria. De modo que deveis, pelo contrário, perdoar-lhe e confortá-lo, para que não seja o mesmo consumido por excessiva tristeza. Pelo que vos rogo que confirmeis para com ele o vosso amor. E foi por isso também que vos escrevi, para ter prova de que, em tudo, sois obedientes. A quem perdoais alguma coisa, também eu perdoo  porque, de fato, o que tenho perdoado ( se alguma coisa tenho perdoado ), por causa de vós o fiz na presença de Cristo; para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios. 

Na verdade o autor do livro está correto.  "Ligar" e "desligar" não tem o sentido de "conectar" alguém à comunhão à mesa do Senhor e depois "desconectar" ou excomungar a pessoa. "Ligar" e "desligar" significam tomar uma decisão e reverter a decisão. Foi o que aconteceu na primeira passagem acima, quando a assembleia "ligou" ou tomou a decisão de afastar o ofensor e depois, na segunda passagem, foi aconselhada pelo apóstolo a "desligar" ou reverter aquela decisão e recebê-lo de volta. O sentido é "decretar" e "revogar o decreto" e não necessariamente precisa tirar a pessoa da comunhão à mesa do Senhor ou readmiti-la. 

Uma decisão da assembleia, tomada em nome do Senhor Jesus, pode ter outras finalidades. Por exemplo, quando uma assembleia decide quais os dias os irmãos irão congregar e com que finalidade, ela está "ligando" aquela decisão. Depois, quando acham por bem alterar os dias ou horários, é "desligada" a decisão anterior e "ligada" a nova decisão. A disciplina de um irmão ou irmã pode ter também outros aspectos e nem sempre significar a exclusão da comunhão à mesa do Senhor. Um irmão ou irmã que estejam andando desordenadamente, como era o caso das viúvas em 1 Timóteo, que viviam visitando os irmãos para fazer fofocas.

1Tm 5:11-13  Mas rejeita viúvas mais novas, porque... aprendem também a viver ociosas, andando de casa em casa; e não somente ociosas, mas ainda tagarelas e intrigantes, falando o que não devem. 

Ou como era o caso daqueles que não queriam trabalhar e também viviam ociosos e se intrometendo na vida alheia.

2Ts 3:10-11  Porque, quando ainda convosco, vos ordenamos isto: se alguém não quer trabalhar, também não coma. Pois, de fato, estamos informados de que, entre vós, há pessoas que andam desordenadamente, não trabalhando; antes, se intrometem na vida alheia. 

Em casos como estes a assembleia poderia aplicar uma disciplina, com a autoridade que o Senhor lhe confere, para que essas pessoas deixassem de visitar os irmãos durante algum tempo, mesmo que continuassem em comunhão à mesa do Senhor. Também seria o caso de aplicar uma disciplina de silêncio para um irmão que estivesse insistindo em ensinar coisas que estivessem fora  da Palavra ou que, mesmo sendo verdadeiras, estivessem causando intranquilidade e contenda entre os irmãos. Em casos assim a disciplina de excluir tais pessoas da comunhão à mesa do Senhor seria um passo posterior, caso todas as tentativas anteriores de disciplina não surtissem efeito. É claro que aqui não estamos nos referindo a casos de pecados graves e evidentes, como o ensino de má doutrina, furto, adultério, homossexualismo, prostituição, uso de drogas, violência etc.

Resumindo, entenda sempre as expressões "ligar" e "desligar" como "decretar" e "revogar", e não necessariamente como introduzir ou excluir alguém da comunhão. Em tempo: a assembleia tem poder e autoridade delegados pelo Senhor apenas para, em último caso, excluir a pessoa da comunhão à mesa do Senhor, nunca para exclui-la do corpo de Cristo. Ninguém pode ser excluído do corpo de Cristo, pois Ele não permitiria que seus membros fossem arrancados de seu corpo. Tentar excluir do corpo (ou da igreja) era a prática medieval do catolicismo, quando o herege era excomungado e morto, mas isso não tem qualquer fundamento nas Escrituras.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana