As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

Apostatas irao para o ceu?



https://youtu.be/V7UbB5sz_V0

Você perguntou: "Se todos os que creem em Cristo são salvos, então apóstatas também irão para o céu?". Bem, antes de responder é preciso definir o que é apostasia e quem é o apóstata. O "Concise Bible Dictionary" define "apostasia" assim:


"Embora a palavra 'apostasy' não ocorra na Bíblia King James, a palavra grega da qual deriva a palavra inglesa pode ser encontrada. Em Atos 21:21 foi dito a Paulo que ele era acusado de ensinar os judeus que estavam entre os gentios a apostatarem de Moisés. Paulo ensinava a liberação da lei pela morte de Cristo e isso parecia aos judeus mais rigorosos como apostasia. A mesma palavra é usada em 2 Tessalonicenses 2:3, onde é ensinado que o dia do Senhor não poderia vir até que viesse 'a apostasia', ou o desvio do cristianismo em conexão com a manifestação do homem de pecado ou 'anticristo'. Apesar de a apostasia generalizada mencionada ali não possa ocorrer antes que os santos sejam levados para o céu, pode ocorrer, como tem ocorrido, desvios individuais. Veja, por exemplo, Hebreus 3:12, 10:26-29 e a epístola de Judas. 'Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo' (Hb 3:12). 'Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.' (Hb 10:26-29).

"Há também avisos solenes de que esse tipo de apostasia estaria cada vez mais generalizada conforme se aproximasse o final da presente dispensação (1 Timóteo 4:1-3). Ora, para que ocorra um desvio é necessário que uma posição, da qual se possa cair, ou uma profissão que possa ser deliberadamente abandonada. Isso é, como exemplifica as Escrituras, semelhante ao cão que retorna ao seu vômito, e a porca ao lamaçal. Não se trata de um cristão caindo em algum pecado, do qual a graça possa recuperá-lo, mas sim de uma renúncia definitiva ao cristianismo. As Escrituras não dão qualquer esperança para o caso de alguém em deliberada apostasia, apesar de nada ser impossível ao Senhor".

Portanto, um apóstata não é necessariamente alguém que creu em Jesus como Salvador, mas um que conheceu a mensagem do evangelho e as doutrinas cristãs e apenas adotou exteriormente uma profissão de fé, passando a conviver como um cristão entre cristãos. Judas usa o termo "e introduziram" e mostra que eram homens que "já antes estavam escritos para este mesmo juízo" (Jd 1:4). Dois apóstatas notórios são Judas Iscariotes e o anticristo. Ambos são chamados de "filhos da perdição" porque este era já o seu destino, mas aparentavam ser "religiosos" o suficiente para enganarem a muitos, até mostrarem suas garras. "Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse." (Jo 17:12). "Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição" (2 Ts 2:3).

Simão, o mago, também se qualificaria para o posto de apóstata, pois logo demonstrou que seu interesse no evangelho era apenas monetário.

"E estava ali um certo homem, chamado Simão, que anteriormente exercera naquela cidade a arte mágica, e tinha iludido o povo de Samaria, dizendo que era uma grande personagem; ao qual todos atendiam, desde o menor até ao maior, dizendo: Este é a grande virtude de Deus. E atendiam-no, porque já desde muito tempo os havia iludido com artes mágicas. Mas, como cressem em Filipe, que lhes pregava acerca do reino de Deus, e do nome de Jesus Cristo, se batizavam, tanto homens como mulheres. E creu até o próprio Simão; e, sendo batizado, ficou de contínuo com Filipe; e, vendo os sinais e as grandes maravilhas que se faziam, estava atônito. Os apóstolos, pois, que estavam em Jerusalém, ouvindo que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram para lá Pedro e João. Os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus). Então lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo. E Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o Espírito Santo, lhes ofereceu dinheiro, dizendo: Dai-me também a mim esse poder, para que aquele sobre quem eu puser as mãos receba o Espírito Santo. Mas disse-lhe Pedro: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro. Tu não tens parte nem sorte nesta palavra, porque o teu coração não é reto diante de Deus. Arrepende-te, pois, dessa tua iniquidade, e ora a Deus, para que porventura te seja perdoado o pensamento do teu coração; pois vejo que estás em fel de amargura, e em laço de iniquidade." (At 8:9-23).

Um irmão comenta essa passagem dizendo que nesse dia a "casa de Deus" ficou maior que "o corpo de Cristo", que é a Igreja. Isto porque você é acrescentado ao corpo de Cristo quando realmente crê em Jesus como seu Salvador, mas à casa de Deus, que é a esfera exterior da profissão cristã, você é acrescentado pelo batismo. E isso nos leva a outra passagem que fala da casa de Deus que havia se transformado em uma grande casa onde havia vasos de todos os tipos, uns para honra, outros para desonra. Você pode ser isso em sua Bíblia em 2 Timóteo 2, e depois no capítulo 3 da mesma carta uma descrição dos apóstatas vivendo nessa grande casa, caracterizados como homens "amantes de si mesmos, avarentos (que adoram dinheiro), presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade mas negando a eficácia dela", os quais seduzem mulheres carregadas de desejos extremos por coisas e sensações, e também imitam os milagres de Deus, como fizeram os magos de Faraó no Antigo Testamento.

O trecho termina mostrando o fim da carreira de um apóstata, que nunca creu realmente no Salvador: "Estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles". (2 Tm 3:1-9). Por "aqueles" Paulo está ser referindo aos falsos operadores de sinais e milagres energizados pelo diabo que trabalhavam para Faraó.

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana