As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

A Bíblia tem resposta para tudo?

Não, você não encontrará todas as respostas na Bíblia. Por exemplo, se quiser saber como instalar o Windows em seu computador, é melhor ir procurar em outro lugar. Mas se quiser saber qual a vontade de Deus para você, então deve procurar na Bíblia.

O problema é que às vezes não estamos procurando uma resposta na Bíblia, mas sim a resposta positiva para algum pensamento ou prática que não queremos deixar. Recebo vários comentários e e-mails dos leitores deste blog, mas mantenho um diálogo até o momento em que meu interlocutor se mostra satisfeito com as respostas que aponto para ele na Bíblia ou quando vejo que não é isso que ele procura.

Obviamente a Palavra de Deus não é um livro de curiosidades, mas de Verdade e se alguém deseja realmente conhecer a Verdade mostrará disposição para isso. Quando alguém se mostra deliberadamente contrário à vontade de Deus, então sua procura por respostas passa a ser mais uma curiosidade do que uma necessidade real.

Certa vez uma pessoa me disse que sabia que aquilo que tinha encontrado na Bíblia era a Verdade, mas não era "essa" Verdade que ela queria encontrar. Entendi logo que seu prazer não estava na procura, não na Pessoa de Cristo.

A Bíblia tem todas as respostas que precisamos para sermos salvos e termos uma vida de comunhão com Deus. Obviamente nem todas elas nos agradarão, e se alguém começa desde o início selecionando o que lhe agrada e descartando o que não lhe agrada, então está se julgando mais sábio do que Deus, pois está fazendo uma revisão da Sua Palavra.

"Se alguém QUISER fazer a vontade dEle, CONHECERÁ a respeito da doutrina" (João 7.17). A ordem é sempre esta, e não o inverso. A um coração desejoso de fazer a Sua vontade, o Senhor mostrará que vontade é essa. Ou seja, a resposta dependerá primeiro de uma disposição para aceitar e fazer a vontade de Deus, doutra sorte a Bíblia parecerá sempre um mistério incompreensível.

“Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor. Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus” (Salmos 51:12, 15-17)

Mais acessadas da semana

Loading...