As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que o Espirito Santo veio fazer aqui?



https://youtu.be/vfyMK1Jftgg

Você disse que acredita que quando o Senhor Jesus falou que enviaria o Espírito Santo ele estaria se referindo aos espíritos do espiritismo, pois se "o Paráclito manifestou-se no dia de pentecostes, o que ele revelou aos homens que Jesus não podia revelar?"

Pentecostes muda tudo. O Senhor falou do "O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós". João 14:17 Ninguém antes de Pentecostes teve o Espírito Santo em si.

Até os profetas recebiam a unção, a inspiração, a influência do Espírito que habitava COM ELES, mas nunca NELES Ele. Em Pentecostes, a formação da Igreja, isso passa a acontecer com cada um que é salvo por Cristo.

Pentecostes reverte Babel. A união que os homens tentaram, e foram dispersos pela multiplicação das línguas, agora existe no "um só corpo" de Cristo. Em Pentecostes Pedro pregou em um idioma e pessoas de vários idiomas ouviram cada um no seu.

Com a vinda do Espírito Santo para habitar no crente, Deus passou a revelar o mistério que estava oculto. Paulo fala disso em Efésios 3: "do MISTÉRIO DE CRISTO, O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas" (vale a pena ler tudo).

Resumindo: É impossível entender a Bíblia parando no Velho Testamento ou nos Evangelhos. Os profetas antigos não conheceram esse "mistério" que só foi revelado aos que receberam o Espírito Santo, caso contrário seria remendo novo em vestido velho. Não poderiam entender de maneira nenhuma.

Suas dúvidas continuam: "E depois o que foi que se ensinou neste dia, que ninguem estava apto a entender à cinquenta dias atráz?"

Por ser espírita, você não consegue raciocinar fora de um pensamento processual: evoluir = aprender + tempo. Esqueça evolução. Colocando em termos modernos, em Pentecostes eles receberam o software que capacitava o hardware a processar os pensamentos de Deus. O ensino vem depois, nas epístolas. Tente abrir um arquivo zipado se sua máquina não tiver um winzip ou equivalente. Você não consegue.

Você afirma que "certamente o Paráclito não se manifestou no dia de pentecostes, embora naquele momento ouvesse um fenomeno de xenoglossia, nada de extraordinário foi ensinado além do que Jesus já havia dito".

Tá, devo escutar você que, do alto de seu pedestal, se arvora juiz da Bíblia, ou as pessoas que participaram daquilo, as testemunhas oculares?

Jesus: "E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder." Lc 24:49
Pedro: "E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes.... De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis". At 1:4, 2:33
Paulo: "Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa". Ef 1:13
E aqui vai o que distingue você, como espírita que é, de um cristão que crê na Palavra de Deus e no Salvador:

"Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele". Rm 8:9
Enquanto você não crer e receber o Espírito Santo de Deus, você não vai entender o que diz a Palavra de Deus e vai continuar lutando contra ela. Mas para isso terá de abrir mão de sua auto-suficiência, terá de deixar de continuar no caminho proposto por Satanás a Adão e Eva, "Sereis como Deus, conhecedores do bem e do mal", e se prostrar diante de Deus como um pecador ignorante necessitado de salvação.

Qualquer coisa menos que isso é altivez e soberba de espírito, pois estará se considerando alguém diante de Deus. Mas antes que me interprete mal, quando eu digo que você não tem o Espírito Santo de Deus, se interpretar minhas palavras segundo o pensamento espírita, vai me achar insolente e pretensioso, pois o pensamento espírita deduz que ter o Espírito Santo de Deus é privilégio de quem se esforçou, estudou muito, evoluiu etc. Portanto, se eu digo que tenho e você não, então é pretensão da minha parte.

Mas como o Espírito Santo, assim como a salvação, é um dom gratuito, você só tem se receber de graça (sem tentar pagar com obras). Como você certamente tem aversão à idéia de ganhar tal presente de Deus, deduzo que ainda não o tenha recebido.

E como para recebê-lo você precisa se considerar menos do que uma ameba com a data de validade vencida, eu só posso dizer isso de você porque sou menos do que uma ameba com a data de validade vencida.

Mais acessadas da semana