As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que voce acha da teoria do intervalo?



https://youtu.be/C3rsizpZFxk

Eu realmente creio que exista um intervalo de tempo não conhecido entre os versículos 1 e 2 de Gênesis. "NO princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo". Gn 1:1,2. O versículo 1 é a criação original. Entre o versículo 1 de Gênesis e o 2 você pode imaginar zilhões de anos atuais e não temos idéia do que aconteceu nesse período. Qualquer descrição desse período, como idéias de uma terra governada por Satanás, como crêem alguns, é pura especulação.

Provavelmente foi nesse intervalo que ocorreu a queda de Lúcifer e seus anjos, o que acabou transformando a criação original de Deus em um verdadeiro caos. Daí "sem forma e vazia", "trevas" e "abismo", coisas estranhas à Criação, já que "Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas". 1 Jo 1:5 Considerando que antes das coisas virem à existência só existia Deus, fica fácil concluir que não havia trevas.

Além disso há outra referência de que Deus não teria criado a terra "vazia" em Isaías 4518: "Porque assim diz o SENHOR que tem criado os céus, o Deus que formou a terra, e a fez; ele a confirmou, não a criou vazia, mas a formou para que fosse habitada".

Algumas referências a Lúcifer e aos anjos de um modo geral existentes na Bíblia apontam para uma época anterior ao estado caótico e às etapas de criação, que poderíamos chamar de restauração da criação, descritas a partir de Gênesis 4.

A artigo que sugeriu supõe muitas coisas que não encontramos na Bíblia, portanto não posso concordar com o autor quanto aos detalhes, embora concorde quanto ao fato do intervalo de tempo não conhecido entre os dois versículos. Neste sentido a criação em 6 dias descrita nos versículos seguintes de Gênesis não é uma criação original, mas uma restauração do planeta Terra.

Mais acessadas da semana