As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Quer ser membro da minha igreja?



https://youtu.be/W3doYOTYBtQ

Sei que foi com a melhor das intenções que você me convidou a filiar-me à sua denominação. Porém, será que você conseguiria indicar na Palavra de Deus que devo pertencer a uma denominação ou me congregar sob uma bandeira denominacional? Será que existe qualquer indicação de que eu deva me unir a uma "igreja" que não inclua em seu "rol de membros" TODOS os que foram salvos por Cristo, mas apenas alguns?

Não, você não pode encontrar na Palavra de Deus fundamento para o convite que me faz, pois não há denominações na Palavra de Deus. Como posso pertencer a uma "igreja" que foi fundada por um homem no começo do século 20 se a igreja à qual pertenço foi fundada por Deus no primeiro século? Deveria eu pertencer à igreja que Deus fundou há 2 mil anos e também a uma igreja fundada por homens há cem anos? Certamente não.

Portanto agradeço seu convite, mas continuarei congregado somente ao nome do Senhor Jesus com outros irmãos que igualmente não pertencem a nenhum sistema ou denominação criada por homens, pois isto sim eu encontro nas Escrituras. Continuarei pertencendo à "a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue", e não a alguma organização criada pela vontade humana.

Continuarei crendo que TODOS aqueles que verdadeiramente se converteram pela fé em Jesus e na eficácia de Sua obra na cruz, não importa onde estejam congregados, fazem parte do mesmo corpo do qual faço parte, o corpo de Cristo. Continuarei convicto de que a salvação está em Cristo, e não em uma denominação ou organização que os homens chamam de "igreja" ou "congregação".

E continuarei aguardando para qualquer momento a vinda de meu Salvador para encontrar-me com Ele "entre nuvens", junto com TODOS os que em todas as eras creram no Cordeiro que Deus proveu para, com Seu sangue, nos purificar de todos os nossos pecados. E tampouco irei querer levar sobre mim um nome ou denominação que não possa ser compartilhado por TODOS os salvos.

Você poderá sempre me chamar de "cristão", "crente", "santo", "irmão" ou qualquer nome que possa ser aplicado a TODOS os salvos por Cristo. Mas não me verá levando um rótulo como "congregacional", "batista", presbiteriano", "católico", "assembleiano" ou qualquer outro nome que divida os salvos por compartimentos.

No céu não existirá nada disso, e ficaria estranho eu orar "seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu" se me identificasse, aqui na terra, por um nome que Deus não usaria jamais no céu para identificar os Seus.

Como poderia eu, que pertenço ao corpo de Cristo, que inclui TODOS os salvos, me fazer membro de um outro "corpo" ou "igreja" à qual pertencem apenas alguns salvos? E como poderia eu próprio fazer-me membro de alguma coisa, quando foi Cristo quem me fez membro do Seu corpo que é a igreja? "E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar". "Agora, porém, há muitos membros, mas um só corpo".

Quando Cristo vier buscar a Sua igreja, é a igreja que pertence a Ele que virá buscar, e dela fazem parte você, eu e todos os salvos. Eu irei, você irá, mas sua denominação com seus templos e tudo mais ficará aqui.

Leia estes links para entender melhor:
http://www.stories.org.br/textos/qde.html
http://www.stories.org.br/textos/idh.html

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana