As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O dia do Senhor e' o arrebatamento?



https://youtu.be/VJmJMFYtgDE

Sua dúvida está por confundir a expressão "o dia do Senhor" ou "o dia de Cristo" com o arrebatamento da Igreja. São coisas distintas. Quando ler as epístolas aos Tessalonicenses, entenda que, de uma maneira geral, a primeira fala do arrebatamento e a segunda fala das coisas posteriores.

Eu entendo a passagem que gerou sua dúvida da seguinte maneira:

2Ts 2:1 Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele,

Entendo a "vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e nossa reunião com ele" como sendo o arrebatamento.

2Ts 2:2 Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo (ou dia do Senhor) estivesse já perto.

O "Dia de Cristo" ou "dia do Senhor" é a vinda de Cristo quando todo olho o verá, depois do arrebatamento e no final da grande tribulação, embora possa também ser considerado aí o período de tribulação pois esta faz parte dos juízos que cairão sobre a terra. É um "dia" de juízo para este mundo.

A preocupação dos Tessalonicenses não estava em achar que Cristo já tinha vindo, porque eles obviamente sabiam que não tinha vindo. Eles estavam preocupados que o "dia de Cristo" estivesse se aproximando e que eles seriam pegos por ele.

2Ts 2:3 Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

Eles não poderiam estar vivendo o "dia de Cristo" e nem deviam pensar que este "dia" já tivesse chegado porque o apóstolo explica que algo devia acontecer antes:

1. A apostasia, que é o abandono generalizado da verdade do cristianismo e a rejeição à fé cristã.

2. O surgimento do "homem do pecado", o anticristo.

Portanto, antes que venha o "dia de Cristo" ou "dia do Senhor", que é um dia de juízo para o mundo, deve vir a apostasia e ser manifestado o homem do pecado. Fazendo uma paráfrase do que o apóstolo está dizendo, eu entenderia assim:

"Ora, irmãos, peço a vocês, tendo em vista a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e nossa reunião com Ele, que não se deixem abalar facilmente daquilo que vocês já tinham entendido, seja por palavra ou por carta supostamente vinda de nós, como se o dia de Cristo já estivesse em andamento. Não se deixem enganar, pois o dia de Cristo não virá sem que antes venha o abandono da verdade e se manifeste o homem do pecado".

Perceba que em 1 Tessalonicenses o apóstolo faz uma distinção clara entre o dia do Senhor e a vinda do Senhor para os Seus:

1 Ts 4:13-18 é a descrição do arrebatamento da Igreja, que é uma bênção acompanhada de um prêmio para os crentes.
1 Ts 5:1-4 é o contraste, ou seja, o dia do Senhor que pegará de surpresa como o ladrão para aqueles para os quais a vinda do Senhor terá tal caráter, já que perderão tudo com isso. A exortação aqui é para não vivermos nesse estado de torpor como aqueles que serão pegos de surpresa como em um assalto.

Você há de concordar que a descrição do "dia do Senhor" para o mundo nada tem da bendita esperança que é o arrebatamento da igreja para o crente. Veja por exemplo:

Joel 2:1-3 "...porque o dia do SENHOR vem, já está perto; Dia de trevas e de escuridão; dia de nuvens e densas trevas, como a alva espalhada sobre os montes; povo grande e poderoso, qual nunca houve desde o tempo antigo, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geração em geração. Diante dele um fogo consome, e atrás dele uma chama abrasa; a terra diante dele é como o jardim do Éden, mas atrás dele um desolado deserto; sim, nada lhe escapará... E o SENHOR levantará a sua voz diante do seu exército; porque muitíssimo grande é o seu arraial; porque poderoso é, executando a sua palavra; porque o dia do SENHOR é grande e mui terrível, e quem o poderá suportar? ... O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR.

Certamente não é um dia assim que o crente espera.

1 Ts 1:9-10 ...vos convertestes dos ídolos a Deus, para servirdes ao Deus vivo e verdadeiro, e esperardes dos céus a seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira vindoura.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana