As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Quem serao os mortos de Zacarias 13?



http://youtu.be/Yd7akt2gr6U

"O espada, desperta-te contra o meu pastor, e contra o homem que é o meu companheiro, diz o SENHOR dos Exércitos. Fere ao pastor, e espalhar-se-ão as ovelhas; mas volverei a minha mão sobre os pequenos. E acontecerá em toda a terra, diz o SENHOR, que as duas partes dela serão extirpadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela. E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: O SENHOR é o meu Deus". Zc 13:7-9

A profecia no Antigo Testamento deve ser vista como uma cadeia de montanhas. Vemos os picos, mas não os extensos vales existentes entre elas. Por exemplo, você nunca encontrará nas profecias do Antigo Testamento o período atual da igreja, pois os profetas jamais tiveram tal revelação. Todas as profecias ali tem a ver com Israel e com o mundo em sua relação com o povo terreno de Deus. Portanto, um "pico" nessa cordilheira profética é a passagem é o pastor que é ferido, e isto aconteceu há 2 mil anos.

O outro "pico" é a invasão de Israel pelas nações inimigas durante a grande tribulação, que é a segunda parte da passagem. Nesse ataque dois terços da população de Israel morrerá, o que significa que o pior lugar para um judeu estar nessa época será justamente na terra de Israel. Alguns movimentos cristãos hoje ingenuamente aconselham os judeus a voltarem à sua terra (uma vez li Wim Malgo dizendo isto em um de seus livros), quando deveriam simplesmente pregar o evangelho da graça a eles para que passem a ser uma diferente categoria: nem judeus, nem gentios, mas igreja.

O povo judeu será provado por Deus e dele só restará um remanescente fiel, que será reconhecido por Deus como Seu povo terreno e representante de Deus na terra. É desse remanescente que é dito em Mateus 24 que deve perseverar para ser salvo, uma salvação que não diz ser da alma, mas do corpo, já que no mesmo capítulo diz que se aqueles dias de tribulação não fossem abreviados nenhuma carne se salvaria. Os que saírem assim "salvos" da grande tribulação, isto é, no sentido de não terem sido mortos, entrarão no reino milenial de Cristo na terra. Enquanto isso a igreja já estará habitando no céu desde o dia do arrebatamento, que terá ocorrido cerca de 7 anos antes.

Portanto, o primeiro "pico" da profecia aconteceu há 2 mil anos e o segundo "pico" (a morte de 2/3 da população de Israel) está para acontecer. Entre uma coisa e outra existe o tempo da igreja que nunca foi conhecido dos profetas por ser um segredo que só seria revelado a Paulo.

por Mario Persona

Mario Persona é consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana