fonte

Como pode Deus se arrepender?



https://youtu.be/iPdnnVskWwY

Você pergunta como pode um Deus onisciente se arrepender de algo, considerando que ele já sabia tudo de antemão.

Balaão diz em Núm 23:19 que "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa". Poderíamos dizer que aqui é a opinião de Balaão, não sei ao certo. Mas seja o que for, em outras passagens diz que Deus se arrependeu de fazer algo.

1Cr 21:15 E Deus mandou um anjo a Jerusalém para a destruir; e, estando ele prestes a destruí-la, o Senhor olhou e se arrependeu daquele mal, e disse ao anjo destruidor: Basta; agora retira a tua mão.

Ams 7:6 Também disso se arrependeu o Senhor. Nem isso acontecerá, disse o Senhor Deus.

Jon 3:10 Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho, e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria, e não o fez.

Eu entendo que esse "arrepender-se" não é no sentido de alguém que praticou algum mal (como acontece conosco), mas de alguém que volta atrás ou segue um "Plano B" que já podia estar previsto como alternativa. É como se você decidisse ir para uma cidade por um caminho e, ao chegar numa bifurcação, "se arrepende" da decisão anterior porque as condições do tempo mudaram e a outra estrada passou a ser a melhor opção.

Como é impossível a Deus pecar, é impossível também que ele precise se arrepender. Quando entendemos isso, enxergamos o valor da Pessoa de Jesus, Deus e Homem, que quis se assemelhar em tudo conosco, porém sem pecado. Além de assumir a forma humana, ao ser batizado por João Batista Jesus estava se identificando o máximo que podia com a raça humana, já que o batismo de João era um batismo de arrependimento. Aquele que não tinha nada de que se arrepender quis ser batizado assim mesmo para demonstrar o quanto ele estava do nosso lado.

Quanto ao arrependimento humano, não conheço melhor passagem do que esta de Jeremias 31:19: "Na verdade depois que me desviei, arrependi-me; e depois que fui instruído, bati na minha coxa; fiquei confundido e envergonhado, porque suportei o opróbrio da minha mocidade".

Há também outro tipo de arrependimento humano, que é o de Caim e de Judas. Eles não se arrependeram do mal que fizeram por isso ser contrário a Deus, mas porque seus atos trouxeram consequências que não eram boas para si mesmos. Esse é o arrependimento egoísta, do ladrão que se arrepende porque foi preso. Se não fosse preso, não se arrependeria.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça