fonte

Quem sao os que tem a mente de Cristo?

Sua dúvida é sobre 1 Coríntios 2 e em particular o último versículo, que diz "nós temos a mente de Cristo". A dúvida surgiu depois que soube que há partes deste capítulo que são ditas dos apóstolos, e não dos cristãos de uma maneira geral, pois elas falam da inspiração verbal das escrituras. Talvez fique mais fácil entender se separarmos as diferentes partes por assunto.

Dos versículos 9 a 12 é Deus revelando verdades desconhecidas aos homens pelo Espírito Santo. Pelo Espírito de Deus nós agora podemos conhecer estas coisas que chegam até nós pelo processo descrito no versículo 13.

1Co 2:9-12 Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus.

O versículo 13 mostra que essa revelação foi verbal, isto é, palavra a palavra, aos apóstolos (e antes deles aos profetas do AT), portanto neste processo o crente comum não participou.

1Co 2:13 As quais [coisas que o olho não viu, nós apóstolos] também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as [palavras] que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.

Do versículo 14 ao 16 vemos que estas palavras não são apenas reveladas de forma sobrenatural por revelação direta, mas que só podem ser entendidas pelo poder sobrenatural do Espírito. Neste caso todo crente com o Espírito Santo pode se incluir nisto porque está falando de discernir a vontade de Deus e cada crente tem este poder. O que acontece é que nem sempre deixamos o Espírito agir neste discernimento e acabamos "discernindo" coisas pela razão, dogmas, cultura etc.

1Co 2:14-16 Ora, o homem natural não compreende [discerne] as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça