As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

A Igreja não ensina?



https://youtu.be/UPTuSRO70gA

Você ficou surpreso com minha afirmação de que não existe na Bíblia qualquer afirmação de que a igreja ensine ou que deva ensinar. Ficamos tão acostumados com expressões como “a igreja ensina que...” ou “os ensinamentos da igreja...” ou "aprendemos com a igreja que..." que não vamos conferir o que diz a Palavra de Deus. Vamos às passagens que você enviou e que supostamente deveriam provar que a igreja ensina:

* 2 Timóteo 2.2: Homens ensinam. Você sabe que a Igreja é a noiva de Cristo (leia Apocalipse), e é apresentada em tipo, como noiva, em Eva, Rebeca e outras mulheres do Antigo Testamento. Até mesmo na parábola das dez virgens, vemos o caráter da Igreja como de uma mulher em relação ao seu Noivo. E a falsa Igreja, em Apocalipse 18, é também apresentada como uma mulher, só que uma prostituta pois se vendeu para os reis da terra.

Onde quero chegar? 1 Timóteo 2.11-14 traz uma ordem dada pela Palavra de Deus para que a mulher não ensine. As coisas espirituais devem ser ensinadas por homem (e todo bom católico sabe disso, ou então se ordenariam mulheres para cargos de pastoreio e ensino nas fileiras romanas). Se ler novamente o que escrevi, disse que "a Igreja não ensina", e isto está dentro do seu caráter de noiva, em submissão ao marido que é Cristo. Na doutrina dos apóstolos são homens, individualmente, que ensinam. Em Atos 2:42 eles perseveravam na doutrina "dos apóstolos", não da Igreja.

* 2 Tessalonicenses 2.13 - Creio que quis que eu olhasse o versículo 14. Como disse acima, "dos apóstolos", não da Igreja.

* 2 Tessalonicenses 2.15 - Mais uma vez, "dos apóstolos". Uma delas o apostolo menciona em 1 Coríntios 11.2 em diante, que era para que as mulheres cobrissem a cabeça quando orassem ou profetizassem (falassem de Deus). Antigamente os católicos romanos também obedeciam a Palavra de Deus neste ponto, mas parece que acabaram concluindo que aquilo fazia parte dos costumes da época. Uma leitura de 1 Coríntios 11.10 deixa claro que a mulher deve cobrir a cabeça não por causa dos costumes da época, mas por causa dos anjos. Os anjos continuam anjos e para eles não existem modas nem costumes. Portanto isto continua válido. Infelizmente muitos cristãos não aceitam, não apenas isto, mas também o lugar que a mulher deve ocupar na Igreja.

* 2 Pedro 3.16 - A versão Loyola traz: "homens sem instrução e inconstantes deformam". Ave Maria: "espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam". Almeida: "indoutos e inconstantes torcem". Deixei a Bíblia de Jerusalém no escritório, mas você pode conferir nela também. Em todos os casos fala de homens com más intenções. Não diz nada sobre Igreja ensinando. Acho que já comentei estas passagens para você.

* Mateus 18.15... -Todo o trecho trata de um ato judicial ou de disciplina dentro da Igreja. Nada que endosse a idéia de que a Igreja ensina. O problema é que quando falamos de Igreja falamos de coisas diferentes. Você pensa logo na Santa Sé. Eu penso no Corpo de Cristo ou na expressão local, que são os reunidos ao Nome dEle. Sugiro que comece a pesquisar o que é Igreja segundo os moldes bíblicos.

* Lucas 10.16 - O Senhor aqui está se dirigindo aos "outros setenta" discípulos (alem dos doze, creio eu) que enviou como precursores Seus (veja Lucas 10.1), de dois em dois, a todas as cidades aonde o Senhor iria depois. No final, em Lucas 22.35,36, apos a completa rejeição por parte do povo, Ele mostra que estariam a partir de então em um outro caráter. Mas voltando para o versículo que citou, não encontro nada ali que justifique a idéia de que a Igreja ensina. Aqueles setenta eram judeus enviados aos judeus. A Igreja ainda não tinha sido formada, o que somente aconteceu no dia de Pentecostes, em Atos 2.

Olhei todos os versículos que citou. Será que o que escrevi está errado? Paulo era um homem que podia andar com boa consciência (Atos 23.1) porque não tinha compromisso com homem algum (Gálatas 1.1), e nem com os outros apóstolos (Gálatas 1.17). Quando o Senhor falava com ele, Paulo escutava e obedecia. Este é o espírito que devemos ter também.

Seja sincero. Leia tudo sem preconceitos. Julgue pela Palavra de Deus e não responda com a desculpa de que o clero é seu cérebro e que não precisa mais inventar a roda. Você é um ser humano que terá que dar contas a Deus, e não aos padres, quando sair deste mundo. E de nada adiantará se quiser transferir a responsabilidade para algum ensino errôneo. Você é responsável perante Deus e é melhor ir começando a cortar o cordão umbilical e pensar como homem diante de Deus.

Mais acessadas da semana